Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) ONU declara urgência para acabar com abismo digital

ONU declara urgência para acabar com abismo digital

0
Publicidade

A Organização das Nações Unidas declarou urgência em resolver o déficit, ou abismo, digital (digital divide) para atingir as metas da agenda de desenvolvimento global até 2030. Para tanto, a entidade considera que são necessárias “soluções de investimento” para construir infraestrutura e permitir a implantação de banda larga em escala mundial. A conclusão ocorreu após reunião dos membros da Comissão de Banda Larga no último domingo, 18, antes da abertura da 71ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York.

Dois objetivos específicos foram estabelecidos na reunião: usar a banda larga para dar “prestação equitativa” para saúde e educação em todos os países; e conseguir níveis de investimento adequados para proporcionar a implantação da infraestrutura de banda larga. O secretário geral da União Internacional de Telecomunicações (UIT) e também vice-chair da Comissão de Banda Larga, Houlin Zhao, ressalta que esse investimento pode ser conseguido com esforços mais concentrados e “parcerias público-privadas inovativas”.

Segundo estimativas da própria entidade em julho, haverá 3,5 bilhões de usuários de Internet no mundo ao final de 2016, ou 47% da população. Ou seja: 3,9 bilhões de pessoas ainda estão desconectadas. Vale lembrar que em janeiro, a UIT estimou que, para conectar pelo menos 60% da população mundial até 2020, o total necessário é de US$ 450 bilhões.

O secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon, destaca que o desenvolvimento sustentável só é possível se TICs, em particular a banda larga, sejam implantadas como catalizadores. O presidente da República de Ruanda e co-chair da Comissão, Paul Kagame, disse que é necessário manter a ambição para seguir a agenda das metas globais com foco em conectar pessoas. “Isso requer pensamento ainda mais corajoso e expectativas mais altas de todos envolvidos. Banda larga não pode resolver todos os problemas do mundo, mas sabemos que pode acelerar o progresso em vencer os maiores obstáculos para a prosperidade global e bem-estar”, afirmou, em comunicado.

Parceria

Aproveitando o posicionamento da ONU, o Facebook e a operadora do Oriente Médio Zain Group anunciaram colaboração com o alto comissariado de refugiados das Nações Unidas para prover conectividade “gratuita, aberta e Wi-Fi de alta velocidade” para os refugiados da Jordânia por cinco anos. O acesso será proporcionado por pontos de acesso indoor e outdoor e por meio da rede móvel 4G da Zain.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile