Publicidade
Início Serviços Gerenciamento Estudo mostra que Brasil é quarta maior referência global em DevOps

Estudo mostra que Brasil é quarta maior referência global em DevOps

0
Publicidade

O estudo “Montando o Quebra-Cabeça de DevOps”, realizado pela CA em parceria com a Freeform Dynamics, confirma a posição do Brasil como uma das referências globais na adoção de soluções maduras de tecnologia DevOps. Segundo o levantamento, aproximadamente 16% das companhias que atuam no País já tiveram êxito total na implementação destas ferramentas, atrás apenas dos Estados Unidos e Índia (25%) e Suíça (23%). O resultado é especialmente importante por inserir o Brasil à frente de nações como Canadá, Espanha, França, Itália e Reino Unido.

Os números relativos a empresas que já possuem soluções em andamento também sugerem um futuro promissor. Atualmente, 60% das companhias que atuam no Brasil se consideram adeptas iniciantes ou parciais de ferramentas de DevOps, enquanto 24% dos entrevistados pontuaram que trabalham em empresas não-adeptas desse tipo de tecnologia.

“A pesquisa aponta ainda que é cada vez maior o número de empresas e corporações que identificam DevOps como fator crucial de contribuição para ganhos de competitividade, fidelização de clientes e resultados – diferenciais fantásticos em um ambiente de negócios em constante e cada vez mais rápida mudança”, afirma Rodrigo Bernardinelli, diretor de Solution Sales para DevOps da CA Technologies para América Latina.

O levantamento, que ouviu 1,4 mil profissionais de TI com nível sênior e executivos de negócios de todo o mundo, aponta que as empresas de Telecom ainda são uma referência na adoção de DevOps. Em todo o planeta, 1 em cada 4 empresas do setor são adeptas avançadas. O Varejo tem ganhado cada vez mais espaço, somando 16% de companhias consideradas “advanced adopters” e Serviços Financeiros aparecem em terceiro lugar (15%). Em contraponto, a indústria de Bens de Consumo aparece como a menos engajada (7%), seguida da área de Saúde (10%).

DevOps e estratégia

Ainda que DevOps seja um componente-chave para agilidade nos negócios e para se manter em dia com as demandas dos clientes, o levantamento “Montando o Quebra-Cabeça de DevOps” reforça que muitas empresas ainda não conseguem lidar com tais ferramentas de maneira estratégica. Isso porque apenas pouco mais da metade (55%) dos pesquisados globalmente afirmaram que têm objetivos bem definidos para a adoção de tais ferramentas. Além disso, enquanto 86% consideraram a capacitação de stakeholders e o alinhamento da TI às prioridades do negócio como importantes, somente 33% e 37%, respectivamente, chegaram a completar esses passos.

Ainda que ambas as equipes, de desenvolvimento e operações, tenham individualmente implementado métodos modernos e técnicas de automação, a maioria (63%) dos adeptos ao DevOps diz que ainda há trabalho a ser feito em termos de infraestrutura e ferramentas.

Além disso, com 46% de respondentes ainda trabalhando em segurança e compliance, está claro que a maioria da atividade DevOps não está bem sustentada por uma plataforma facilitadora e por uma perspectiva de gerenciamento de risco.

No entanto, o benefício de apostar nestas soluções compensa. Comparados aqueles sem DevOps, os adeptos avançados da metodologia têm:

  • 2,5 vezes mais chances de melhorar fidelização de clientes
  • 2 vezes mais chances de aumentar a conquista de novos clientes
  • 3,4 vezes mais chances de perceberem crescimento em market share
  • 2 vezes mais chances de terem visto um impacto positivo em aumento de receita
  • 2,4 vezes mais chances de ter experimentado crescimento nos lucros

 

Metodologia de pesquisa

O estudo online global de 1.442 profissionais de TI com nível sênior e executivo foi patrocinado pela CA Technologies e conduzido pela Freeform Dynamics, empresa de análise da indústria, em julho de 2015. Ele ganhou corpo através de entrevistas telefônicas em profundidade com executivos da indústria.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile