Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Maioria dos CIOs não se sente preparada para a era digital, indica...

Maioria dos CIOs não se sente preparada para a era digital, indica estudo

2
Publicidade

A maioria dos CIOs não se sente preparada para a digitalização, denominada pelo Gartner como a terceira era da TI corporativa. Segundo pesquisa da consultoria realizada no quarto trimestre de 2013 com 2.339 CIOs de 77 países, 51% dos entrevistados estão preocupados com a era digital, que, segundo eles, está chegando mais rápido do que eles podem lidar. Já 42% dos CIOs afirmam que não sentem ter o talento necessário para enfrentar esse futuro.

“Este ano será de mudanças significativas, se os CIOs ajudarem suas empresas e órgãos do setor público a permanecerem relevantes em um mundo cada vez mais digital”, disse Dave Aron , vice-presidente do Gartner. “Os CIOs enfrentam diversos desafios há muitos anos, além de uma enxurrada de oportunidades digitais e ameaças. A digitalização levanta questões sobre estratégia, liderança, estrutura, talento, financiamento e quase todo o resto”, acrescentou.

Apesar do receio em enfrentar os desafios da era digital, a pesquisa mostra que um quarto dos CIOs já fizeram investimentos significativos em nuvem pública e a maioria espera que mais de metade dos negócios da sua empresa seja executada na nuvem pública até 2020. O relatório também indica que 70% dos CIOs planejam mudar sua tecnologia e relacionamento ao longo dos próximos dois a três anos, sendo que muitos já estão buscando parcerias com pequenas empresas e startups.

De acordo com o Gartner, na primeira era da TI corporativa, o foco estava em como a TI pode ajudar a fazer coisas novas, automatizando operações para criar grandes melhorias em velocidade e escala, e fornecendo aos líderes de negócios informações de gestão que eles nunca tiveram antes. A última década tem representado a segunda era da TI corporativa, uma era de industrialização das empresas de TI , tornando-as mais confiáveis, previsíveis, abertas e transparentes. No entanto, os orçamentos apertados e o receio de riscos deixaram um espaço escasso para a inovação.

Entrando na terceira era da TI corporativa, de tendências tecnológicas e sociais  como o Nexus das Forças e a Internet das Coisas, tudo está mudando, não só em melhorar o que as empresas fazem com a tecnologia para torná-la mais rápida, barata e escalável, mas mudando a base da competição entre as organizações, e em alguns casos, a criação de novas indústrias.

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile