Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Abin monitora internet diariamente para combater terrorismo cibernético, afirma diretor

Abin monitora internet diariamente para combater terrorismo cibernético, afirma diretor

0
Publicidade

O diretor substituto de contraterrorismo da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), José Carlos Martins da Cunha, garantiu durante audiência na CPI dos Crimes Cibernéticos da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, 15, que o órgão trabalha diariamente para combater o terrorismo cibernético, inclusive o recrutamento de brasileiros por grupos extremistas.

José Carlos informou que o Brasil reconhece a existência de três grupos terroristas: Al Qaeda, Talibã e o Estado Islâmico, mas grupos como o Boco Haram e Hamas também são monitorados por meio da sua atuação nas redes sociais. Ele admite, entretanto, que o combate a crimes na internet é muito difícil e que a possibilidade de recrutamento existe.

“Até agora descobrimos apenas jovens se encantando com essa possibilidade de integrar o Estado Islâmico, mas nenhuma célula terrorista foi identificada. Mas, infelizmente, a gente não pode achar ou acreditar que nós não temos nenhuma ameaça. O trabalho que está sendo feito está sendo bem feito. Então, eu acredito que a gente está seguro e estaremos seguros também nas Olimpíadas, mas não podemos arrefecer nessa investida no combate ao terrorismo no Brasil”.

O deputado Leo de Brito (PT-AC) afirmou que as declarações do representante da Abin deixam claro que o país está combatendo o terrorismo cibernético. Ele defende uma ação integrada entre a agência de inteligência e as polícias no combate ao terrorismo, principalmente durante as Olimpíadas de 2016. Com informações da Agência Câmara.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile