Publicidade
Início Gestão Infraestrutura ODATA começa a operar data center no México

ODATA começa a operar data center no México

0
Publicidade

A ODATA, provedora brasileira de data centers, inaugura seu primeiro data center no México. O prédio fica localizado no estado de Querétaro, na cidade de El Marqués, situada no centro do país e a 221 km da Cidade do México. O local foi escolhido por já ser um polo tecnológico de diversas indústrias e uma das regiões com maior desenvolvimento no país, sendo, também, um nó importante de conexão de backbones de telecomunicações.

O data center atende a demandas de clientes hyperscale, sendo o primeiro data center no país a oferecer tal modalidade, com o suporte necessário para aplicações robustas e escaláveis. “Esta primeira fase é para atendimento de demanda de um cliente hyperscale e entendemos que esta seja a vocação de nosso site, mas, estamos trabalhando em novas etapas de expansão que darão oportunidade para explorarmos outras demandas da região”, explica Ricardo Alário, CEO da ODATA.

Após pouco mais de 1 ano de obra e investimentos de US$79 milhões (aproximadamente R$ 388 milhões), o resultado é um prédio que reúne as mais modernas instalações, com destaque para a eficiência energética e segurança. Erguido em um terreno de 52.350 mil metros quadrados, o DC QR01 terá 30.400 m² de área construída. Além disso, a empresa conta com ampla disponibilidade de energia: atualmente, o prédio possui 8.4MW e em sua fase final atingirá capacidade de 32MW de TI.

Segundo pesquisa divulgada pelo International Data Corporation, o IDC México, o mercado de Tecnologia da Informação irá crescer 7% este ano, o dobro do esperado para a economia nacional mexicana. “Como pioneiros no mercado hyperscale local, conseguimos assegurar capacidade para o desenvolvimento de nossos projetos, estamos prontos para atender um mercado que vem passando por grandes mudanças e vislumbramos ótimas perspectivas para o México e América Latina. Além disso, estamos muito satisfeitos com a resposta dos clientes, com nosso posicionamento estratégico e com o desenvolvimento de nosso primeiro site. Temos planos ambiciosos e uma equipe preparada para abarcar o crescimento da demanda na região”, completa Alário.

Os desafios de operar um data center no México são muitos, sendo o principal deles o fator energia, já que o crescimento histórico da infraestrutura elétrica é muito menor do que a demanda atual, o que gera gaps de planejamento dos sistemas, problema presente em muitos países da América Latina. “Fomos capazes de mapear com antecedência as restrições presentes e futuras e assegurar a energia necessária para o desenvolvimento do nosso primeiro site em sua capacidade total, assim como a energia para o nosso segundo prédio de 30MW que inicia a construção no segundo semestre desse ano”, explica o CEO.

A ODATA já conta com 28 funcionários no México e, dada a demanda de expansão no país, ainda está com vagas abertas nos mais distintos setores.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile