TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Índice Nasdaq Composite sobe acima de 5 mil pontos, puxado por ações da Qualcomm e Netflix

Postado em: 13/04/2015, às 16:08 por Redação

O Nasdaq Composite, principal índice da bolsa eletrônica que avalia o desempenho médio das empresas de TI, telecomunicações e biotecnologia, registrou alta intraday acima de 5 mil pontos nesta segunda-feira, 13, puxada pelo desempenho dos papéis da Qualcomm e do Netflix, que subiram em razão da expectativa de ganhos dos investidores com as ações das duas empresas, que divulgam seus balanços nesta semana.

As ações da Qualcomm subiram 2,2% logo na abertura do pregão na Nasdaq, negociadas a US$ 71,56 às 10h32 (horário de Brasília), após um investidor ativista dizer que a empresa estuda fazer o spin off (separação) de seu negócio de chipset como parte de uma revisão estratégica para aumentar valor aos acionistas. Já os papéis do Netflix atingiram o pico de alta de 6,6% às 12h55 (horário de Brasília), cotados a US$ 484,61, depois da atualização de um analista. Às 15h17, no entanto, as ações da Qualcomm registravam queda de 0,41%, enquanto a alta das ações do Netflix recuou para 4,95%, às 15h26.

De todo modo, às 10h58 (horário de Brasília) o Nasdaq Composite subia 0,5%, para 5.019.76, muito próximo do 0,6% registrado em março do ano 2000, em pleno boom da bolha da internet.

"Os investidores talvez estejam à procura de algo melhor do que o esperado nos ganhos por ação, o que certamente ajudaria o mercado", disse ao jornal USA Today Bruce Bittles, estrategista-chefe de investimentos da Milwaukee Robert W. Baird & Co., que administra uma carteira avaliada em US$ 110 bilhões.

O JPMorgan Chase & Co., a Johnson & Johnson e a Intel Corp. estão entre as 36 empresas que compõem o índice Standard & Poor's 500 e que irão divulgar os resultados financeiros nesta semana. Analistas reduziram as projeções de lucro, prevendo uma queda até setembro em meio a preocupações de um dólar mais forte e a queda nos preços do petróleo.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial