TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Anonymous ameaça sites dos EUA e promete onda de ciberataques

Postado em: 22/09/2011, às 14:02 por Redação

O grupo hacker Anonymous anunciou para o próximo dia 24, nos Estados Unidos, a realização de uma onda massiva de ciberataques, que foi batizado de “Dia da Vingança”. Em comunicado, o grupo hacker afirma que manifestantes irão se reunir em dezenas de cidades americanas e outros ativistas irão realizar uma série de invasões a sistemas, incluindo empresas de Wall Street, instituições bancárias e até o Departamento de Polícia de Nova York. O texto é assinado pelo Anonymous e sugere às pessoas seguirem a conta do twitter @PLF2012 para mais informações até o evento.

Os hackers justificam os ataques como um protesto contra a repressão policial às manifestações públicas, ocorridas no último dia 17, em Nova York, que reivindicavam mais transparência e atacavam a corrupção no país. O comunicado menciona a investigação de violência policial aberta três dias depois.

Os ativistas, junto com a comunidade hacker LulzSec, já realizaram diversos ataques a sites neste ano a empresas e instituições públicas como o Ministério da Defesa da Síria e até mesmo o do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Em dezembro do ano passado, mais de mil hackers se organizaram por meio de fóruns e redes sociais na internet para tirar do ar todos os sites de organizações que aplicassem alguma forma de sanção ao site WikiLeaks. O primeiro alvo foram os endereços eletrônicos de operadoras de cartões de crédito, que haviam bloquedo doações para o WikiLeaks.

O ataque mais rumoroso, porém, foi realizado em abril a PlayStation Network, rede on-line de jogos da Sony, com o roubo de milhões de dados de usuários. Embora o grupo não tenha reinvindicado a autoria do atauqe, a empresa japonesa culpou o Anonymous. Para a Sony, o ataque era uma retaliação a um processo movido pela companhia contra o famoso cracker George Hotz, o americano de 21 anos que desbloqueou o console de games PlayStation 3.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top