TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Metade dos consumidores pretende optar por um PC na próxima compra de eletrônico

Postado em: 26/09/2011, às 11:41 por Redação

Um levantamento recente sobre a intenção de compra de eletrônicos do brasileiro revela que 47% dos consumidores devem optar por um desktop, notebook ou netbook na próxima compra. A pesquisa, encomendada ao Instituto Ipsos pela Intel, revela que apenas 16% das pessoas planejam comprar uma TV com tela de LCD e 8%, um celular. O estudo mostra, também, que 58% dos domicílios nas regiões metropolitanas possuem computadores, sendo que 56% possuem um desktop e 15%, ao menos um notebook. A maior base de computadores portáteis está concentrada nas classes de maior poder aquisitivo – 47% dos lares da classe A e 23% dos lares da classe B possuem um notebook. Mesmo nas classes C e D, a presença de mais de um computador no domicílio já alcança índices de 7% e 4%, respectivamente.

A pesquisa constatou que o Brasil começa a seguir a tendência mundial de individualização do PC – equipamento utilizado por apenas uma pessoa -, com 19% dos domicílios com mais de um computador. Enquanto apenas 12% dos desktops nos lares são considerados de uso individual, para os notebooks essa porcentagem sobe para 46%.

Mesmo entre as pessoas que não têm computador em casa, o índice de acesso à internet é elevado – 93%  das pessoas que não têm um PC na residência acessa a internet regularmente; o índice sobe para 96% entre aqueles que têm um microcomputador. Entre os entrevistados que não têm conexão à web em casa, 76% disseram usar lan houses e 33% declararam que acessam a rede mundial na casa de amigos ou parentes, enquanto 15% se conectam no trabalho.

Para o estudo foram ouvidas 2,5 mil pessoas de 16 regiões metropolitanas. Em termos geográficos, o Nordeste tem a menor penetração de computadores (53%) e, consequentemente, o menor grau de individualização (15%). Já o Centro-Oeste, puxado pelo Distrito Federal, é a região com maior inclusão digital, com 64% de domicílios com um computador pessoal.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top