TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Como a indústria de cartões pode ajudar a melhorar a experiência em transferências rápidas?

Postado em: 03/07/2018, às 18:03 por Ruben Salazar Genovez

Autoridades regulatórias do mundo todo estão em busca de novas soluções de transferências rápidas. A Visa e outras redes de pagamento já estão oferecendo e expandindo essas soluções. Fast Transfers (transferências rápidas) em redes de pagamento são transações iniciadas por um consumidor ou empresa para enviar fundos utilizando suas credenciais de pagamento Visa. Essas transações são denominadas Push Payments, ou transferências iniciadas pelo usuário. Na Visa, a plataforma usada para esse tipo de transação se chama Visa Direct e permite a realização de transferências rápidas entre indivíduos e/ou empresas, com ampla aceitação no mundo e realizados de forma segura, em tempo real, sem atrito e por meio de qualquer dispositivo.

O que torna os Push Payments realmente singulares é que essas transferências de fundos são completadas quase instantaneamente – os envolvidos não precisam esperar dias até que os fundos sejam compensados e outros processos administrativos sejam realizados. Quando redes de pagamento com cartão operam Push Payments, o consumidor inicia a transferência de fundos usando suas credenciais de cartão de crédito, débito ou pré-pago. A transação é processada com o mesmo nível de segurança e criptografia e com ferramentas de gerenciamento de risco robustas, exatamente como se espera que aconteça com uma transação realizada em uma rede de pagamento, até que os fundos cheguem à conta cartão do beneficiário.

A instituição de origem e a instituição beneficiária estão conectadas à plataforma global de processamento da Visa ("VisaNet"). Trata-se da mesma rede que conecta milhares de instituições financeiras e de pagamento, milhões de estabelecimentos comerciais e caixas automáticos e que processa mais de 160 bilhões de transações ao ano – com disponibilidade, níveis de serviço e velocidade de transação singulares – para promover o comércio físico e digital em todo o mundo. Uma transação Visa acontece em frações de segundos, durante os quais a rede administra uma série de verificações e envia mensagens de autenticação para que os consumidores, estabelecimentos comerciais, bancos e adquirentes que participam de cada transação segura sejam informados em tempo real.

As Fast Transfers processadas em uma rede de pagamento operam sob um modelo com menor possibilidade de fraude, pois quem inicia a transação é o próprio portador da conta cartão. O volume das transferências processadas pela plataforma Visa Direct e que passam pela rede Visa está na casa dos bilhões de dólares. Hoje, a plataforma é usada e operada em nível mundial por instituições financeiras e empresas credenciadas a realizarem pagamentos digitais.

O investimento para operar a plataforma é mínimo, pois ela utiliza a infraestrutura interoperável e as credenciais de pagamento existentes, com as quais as instituições financeiras e de pagamento estão bem familiarizadas e habituadas a operar.

Ruben Salazar Genovez, vice-presidente sênior de Produtos e Soluções da Visa.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top