TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Empresa de pagamentos Worldpay pretende impulsionar e-commerce na América Latina

Postado em: 17/04/2015, às 16:27 por Claudiney Santos

Com o objetivo de chegar ao fim deste ano com 40 milhões de transações processadas em sua plataforma de pagamentos, a inglesa Worldpay anunciou a estratégia para crescer no mercado latino-americano, após a aquisição da brasileira Cobre Bem, realizada em abril do ano passado. Mundialmente, ela processa 26 milhões de transações por dia em 120 tipos de moedas e 200 formas de pagamentos diferentes.

Para atingir essa meta, a Worldpay abriu um escritório em São Paulo, onde conta com 30 funcionários, do total de 45 que mantém na região. "Os 17 anos de experiência da Worldpay em pagamentos globais e seu histórico de trabalho com empresas multinacionais, em processos internacionais complexos de faturamento online, nos coloca na posição ideal para ajudar os negócios da América Latina a atender a demanda de seus mercados", diz Juan Pablo D'Antiochia, diretor-geral para a América Latina da Worldpay eCommerce. "Nós também entramos na região com uma operação já em execução, pois coincidentemente a Cobre Bem tem também 17 anos de mercado, o que facilita ultrapassarmos a etapa inicial de estruturação, podendo começarmos a dar suporte ao crescimento do comércio eletrônico na região imediatamente."

Floris de Kort, CEO da divisão de eCommerce da WorldPay explicou que mesmo com os inúmeros concorrentes que surgiram após a desregulamentação do mercado de meios de pagamentos, considera que "o mercado latino-americano ainda está amadurecendo, os métodos preferidos de pagamento são diferentes de país para país, tanto os novos participantes e as empresas existentes, muitas vezes enfrentam o problema de se ajustar aos diferentes tipos de plataformas de compras que existem no e-commerce".

"Uma das caracteríticas do e-commerce é o pagamento por boleto, o que muitas vezes dificultam a  finalização da compra. Nós pretendemos ajudar esse varejistas e obter melhores resultados e não perder vendas. Outra segmento importante é vendas de passagens áreas, onde o ticket médio é de maior valor, onde temos expertize", explica.

A Worldpay, que foi comprada em 2010 pelos fundos de investimento Bain Company e Advent International, além do Brasil, atua no México, Argentina, Colômbia, Chile e Peru. Desde a aquisição da Cobre Bem, a Worldpay também duplicou sua base de empregados nos seus três escritórios no Brasil, Argentina e México, e planeja aumentar em 25% sua força de trabalho latino-americana em 2015. Para organizações globais baseadas nos países da América Latina, ele se propõe a funcionar como ponte para o resto do mundo, oferecendo  um conjunto de soluções de pagamento para aumentar as compras e vendas nos mercados estrangeiros.

No primeiro semestre fiscal passado, as receitas da companhia somaram 1,7 bilhão de libras. Segundo Kort, além de crescimento geográfico, a WorldPay tem feito aquisições de empresas do mercado de meio de pagamento nos últimos 4 anos. A mais recente foi a SecureNet Payment Systems, que pertencia ao fundo de private equity Sterling Partners, de Chicago (EUA). Nas próximas duas semanas, a empresa deverá divulgar o resultado do ano fiscal encerrado em março.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial