TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Dell adia votação dos acionistas para proposta de fechamento do capital

Postado em: 18/07/2013, às 11:06 por Redação

A Dell remarcou para a próxima quarta-feira, 24,  a assembleia extraordinária de acionistas para votação da proposta de fechamento do capital, anteriormente agendada para esta quinta-feira, 18.  Em comunicado, o comitê especial do Conselho de Administração da fabricante de PCs informou a nova data justificando precisar de mais tempo para solicitar votos aos acionistas.

Durante as últimas semanas já se especulava a possibilidade de a assembleia ser cancelada por conta da batalha travada entre o megainvestidor ativista Carl Icahn contra a proposta do CEO Michael Dell, o que gerou incertezas em membros do conselho de administração e dividiu os acionistas.

Depois que as consultorias Institutional Shareholders Services (ISS), Glass Lewis e Egan-Jones deram parecer favorável à proposta do CEO Michael Dell para recompra de ações e seu plano de fechar o capital da empresa, Icahn insistiu aos acionistas que busquem num tribunal em Delaware um preço maior para suas ações, em um esforço para bloquear a proposta do fundador da companhia em consórcio com o fundo de private equity Silver Lake Partners. O megainvestidor argumenta que o valor proposto, de US$ 13,65 por ação, que totaliza US$ 24,4 bilhões, desvaloriza a companhia e se os acionistas buscarem a reavaliação, com certeza receberão mais dinheiro.

Além disso, Icahn acrescentou em sua nova oferta de US$ 14 por ação, por 1,1 bilhão de ações, uma "garantia transferível de compra no valor de US$ 20 por ação para cada quatro ações adquiridas". A proposta feita junto ao fundo de investimentos Southeastern Asset Management pode chegar a um valor total entre US$ 15,50 a US$ 18 por ação. Com receio da oferta ser aceita pelos acionistas, o comitê especial emitiu diversos comunicados rebatendo os argumentos do megainvestidor referentes às novas propostas, pedindo que os detentores de papéis da companhia avaliem com cuidado o que está sendo proposto, sempre enaltecendo a proposta de Michael Dell como o melhor caminho para a fabricante.

Para decidir qual oferta é a melhor para a fabricante, cerca de 43% dos acionistas precisam aprovar uma ou outra proposta. Michael Dell não poderá participar da votação por deter 16% dos papéis da empresa. Aparentemente, ainda restam dúvidas sobre o quadro de acionistas da Dell quanto à melhor proposta a ser votada.

A prorrogação da reunião foi bem aceita pelos investidores. Por volta das 11h (horário de Brasília) as ações da companhia registravam alta de 2,41%, cotadas a US$ 13,19 no pregão da bolsa eletrônica Nasdaq.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial