TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Chatbots geram 1 bilhão de mensagens por mês 

Postado em: 21/08/2019, às 17:03 por Redação

A produção de chatbots e voice bots está se massificando no Brasil, segundo levantamento realizado pelo Mobile Time para a nova edição do Mapa do Ecossistema Brasileiro de Bots 2019, que apurou o aumento de 26% na quantidade de desenvolvedores de bots que atuam no Brasil e que responderam a esta pesquisa, passando de 66 para 83 empresas.

O estudo também apurou que a diversificação por parte de alguns players de menor porte, que procuram se especializar em nichos especificos de bots, é adotada como estratégia diferenciação e sobrevivência neste novo mercado. O resultado desta movimentação é o crescimento do volume de mensagens geradas em conversas por meio de chatbots no País, passando de 800 milhões para cerca de 1 bilhão, o que representa uma evolução de 25% no período.

De acordo com o novo Mapa do Ecossistema Brasileiro de Bots, a maioria das empresas que responderam ao relatório estão concentradas no estado de São Paulo, onde há 53 desenvolvedores, sendo 65% do total mapeado. O Rio de Janeiro está na segunda posição, com 9 desenvolvedores; seguido por Santa Catarina, com cinco, e Minas Gerais e Rio Grande do Sul, com 4 cada. Entre os entrevistados, 65% trabalha com chatbots de texto e voz, enquanto 31% somente com texto e 4% somente com voz.

Atendimento ao cliente é a principal finalidade dos chatbots
Quase a totalidade dos chatbots produzidos no Brasil, de acordo com o Mapa, tem como finalidade mais comum o atendimento a clientes por meio de robôs de conversação. Entre os desenvolvedores, 95% afirmam criar robôs com esta finalidade, enquanto que outros 76% fazem bots de vendas, o que representa a segunda finalidade mais popular entre os produtores de robôs de conversação no Brasil.

Em agosto do ano passado, o WhatsApp anunciava a abertura oficial da sua API para o mercado corporativo, o que movimentou vários desenvolvedores de chatbotts e participar da iniciativa e a oferecer os seus serviços de integração com a rede social baseada no serviço de mensageria.

Em um ano, o impacto sobre o mercado de bots foi significativo e pode ser percebido nesta nova edição do Mapa do Ecossistema Brasileiro de Bots, onde 75% dos desenvolvedores declaram que já produziram bots para WhatsApp. O canal fica atrás apenas do Facebook Messenger (86%) e de sites na web (84%). "Cabe ressaltar que existem bots para sites na web há décadas e que o Facebook Messenger abriu sua API para bots em 2016. No entanto, o crescimento do WhatsApp nesta área é significativa", comenta Fernando Paiva, editor do Mobile Time e coordenador da pesquisa. "O WhatsApp já foi experimentado por praticamente três em cada quatro desenvolvedores de bots, e o interesse dos desenvolvedores é resultado da elevada demanda das empresas em vários mercados por usar o WhatsApp como canal de comunicação", acrescenta Paiva.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: ,

1 Comentário

  1. Avatar Rafael disse:

    O impacto dos bots nas empresas será cada vez maior.

    Pra quem deseja implantar um bot simples, a partir de documentos da empresa, recomendo fortemente dar uma olhada no QnA Maker da Microsoft.

    https://www.udemy.com/course/introducao-ao-microsoft-bot-framework-qna-maker/

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial