TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

BlackBerry reduz prejuízo trimestral em quase 80% e ações sobem mais de 8%

Postado em: 26/09/2014, às 11:44 por Redação

Wall Street reagiu positivamente à divulgação dos resultados financeiros da BlackBerry referentes ao segundo trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em 30 de agosto. Apesar das ações da companhia negociadas na bolsa eletrônica Nasdaq abrirem o pregão desta sexta-feira, 26, em queda de 1,2%, cotadas a US$ 9,80, começaram a operar em alta logo após a divulgação do balanço, atingindo pico de US$ 10,62 às 11h20 (horário de Brasília), elevação de 8,3% em relação ao dia anterior. O bom desempenho da empresa na Nasdaq perdurou durante todo o dia e as ações encerraram o pregão cotadas a US$ 10,26, alta de 4,6%.

Segundo o informe de resultados, a BlackBerry contabilizou prejuízo de US$ 207 milhões no período, cifra 78% inferior a perda de US$ 965 milhões registrada no mesmo trimestre do exercício fiscal anterior. A receita, por sua vez, caiu de US$ 1,57 bilhão para US$ 916 milhões na mesma comparação, o que representa retração de 42%. A área de hardware respondeu por 46% da receita, a de serviços, também por 46% e a de software e outras, por 8%.

De acordo com a fabricante canadense, foram vendidos no período 2,4 milhões de smartphones para usuários finais e registrados 91 milhões de usuários mensais ativos de seu serviço de mensagens BlackBerry Messenger (BBM).

Na quebra da receita por região geográfica, o desempenho não foi positivo. Na região da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), onde havia registrado receita de US$ 686 milhões no segundo trimestre do ano fiscal passado, a cifra ficou em US$ 368 milhões no exercício fiscal vigente. Já a América Latina arrecadou US$ 111 milhões no período, 43% a menos que no mesmo trimestre do ano fiscal de 2014, enquanto a América do Norte registrou queda de 28%, com US$ 297 milhões, e a região da Ásia-Pacífico teve retração de 49%, contabilizando US$ 140 milhões em receita.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial