Ações da Apple têm ligeira reação, mesmo após perder título de empresa mais respeitada

0
0

As ações da Apple voltaram a apresentar ligeira recuperação após forte queda na semana passada. Os papéis da empresa encerram o pregão na bolsa eletrônica Nasdaq, nesta terça-feira, 2 — exatamente uma semana depois de atingirem o pico de queda, ficando abaixo dos US$ 400 — cotados a US$ 418,51, alta de 2,27% em relação ao preço de abertura. Durante o dia, as ações chegaram a atingir o pico de US$ 421,63.

No chamado after-hours trading — negociação após o fechamento do pregão ­— a elevação foi bem menor, de US$ 419, valorização de apenas 0,12%. O pico foi de US$ 419,22, às 17h23 (horário de Nova York).

O desempenho foi até que bastante razoável, considerando que a Apple acaba de perder o título de empresa mais respeitada do mundo, de acordo com lista da Barron's, divulgada nesta terça-feira. Nos últimos três anos, a fabricante do iPad esteve no topo deste ranking.

A nova lista coloca a Apple na terceira posição, atrás da Berkshire Hathaway, controlada pelo bilionário Warren Buffett, que ficou em primeiro lugar com pontuação de 3,88 de 4 possíveis. Em segundo lugar aparece a Walt Disney Company com 3,81 pontos.

Outras companhias de tecnologia também aparecem na lista. O Google está logo abaixo da Apple na quarta colocação, a Amazon aparece em 6º, a IBM em 10º, Samsung em 18º, Intel em 20º, eBay em 24º, Qualcomm em 43º, Cisco Systems em 47º e Microsoft em 61º.

Para gerar essa lista, a Barron's solicita aos profissionais do setor financeiro que respondam uma pesquisa sobre quem são as empresas mais respeitadas com base no seu valor de mercado.

Deixe seu comentário