Mave melhora gestão, vendas e recebimentos com BI

0
60

A Mave, especializada em implementos rodoviários para caminhões, utilitários e motocicletas, melhorou a gestão com o incremento de detalhamento e precisão de relatórios gerenciais referentes a diversas áreas de negócio, por meio da tecnologia de Business Intelligence.

A empresa, que tem sede em Garibaldi-RS, atuação em todo o país e presença nas principais capitais, adotou o BIMachine, integrado a seu ERP Otimize. Com isso, da formulação de pedidos ao gerenciamento dos representantes, todas as decisões gerenciais foram melhoradas, com ênfase para os setores Comercial, Vendas e Contas a Receber.

"Esperamos obter e melhorar de 15% a 20% os resultados de vendas, em função da melhoria na qualidade das informações e no cruzamento das mesmas, e tudo isso é fruto do uso do BIMachine", comenta Tiago Ferla, sócio-proprietário da Mave.

"Antes, enfrentávamos um problema de relatórios deficitários na gestão das áreas. Hoje, temos não apenas dados mais organizados, como a possibilidade de geração de gráficos e outros indicadores, que nos ajudam muito a ter melhor visualização e, por conseguinte, tomar melhores decisões", complementa.

De acordo com o executivo, o cenário anterior ao BI era de falta de informações importantes, como mapa de calor de vendas, estoque, condições de produtos e precificação, entre outros conteúdos essenciais para a boa gestão de uma empresa com mix tão variado – a Mave atua com uma linha completa de catracas de amarração, cintas, extensores, espelhos retrovisores, além de um vasto catálogo de acessórios.

"Hoje, temos uma melhor noção de tudo. Organizar estoque, realizar ações e promoções, definir preço, tudo se tornou mais assertivo", conta ele.

Ferla também destaca que o BIMachine tem trazido melhoria significativa, ainda, às tarefas de contato com clientes, já que a inteligência tecnológica agregada ao entendimento das reais demandas e à formulação de pedidos inovou a maneira como as equipes gerem tal setor.

"Tenho representantes em todo o Brasil, e hoje os dados estão na nossa Central de Vendas, que fica na sede. Com o BI, sabemos que agora podemos pensa em levar isso aos canais. Na verdade, já estamos gerando relatórios pensando neste objetivo", projeta o executivo. E completa: agora, com o BI, me sinto dirigindo um carro de luxo".

Deixe seu comentário