Intel reformula principal linha de chips na tentativa de reanimar vendas de PCs

0
0

A Intel anunciou a reformulação da sua linha principal de chips para PCs, em uma tentativa de alto risco de reanimar as vendas de computadores pessoais. A fabricante de semicondutores disse que a sexta geração de sua família de processadores Core, cujo codinome é Skylake, irá aumentar o desempenho e reduzir o consumo de energia de PCs, incluindo desde notebooks ultrafinos a plataformas de jogos high-end. Outras características do Skylake é a redução da quantidade de fios dos computadores e a substituição das senhas por tecnologia de reconhecimento facial.

A Intel disse que a nova família de chips segue na esteira do lançamento do Windows 10,  da Microsoft, no final de julho. As duas empresas esperam que a disponibilidade do novo sistema operacional e do chip impulsione a demanda por PCs.

As vendas de PCs vêm registrando queda há vários anos, em razão da preferência dos consumidores por tablets e smartphones. No ano passado, porém, elas tiveram uma pequena recuperação devido a Microsoft ter acabado com o suporte ao Windows XP. Mas, neste ano, voltaram a apresentar retração. As remessas caíram quase 12% no segundo trimestre na comparação com igual período de 2014, de acordo com dados da IDC. Alguns analistas atribuem o declínio em grande parte à espera do lançamento do Windows 10 e do Skylake.

Segundo a Intel, alguns fabricantes de PCs para jogos high-end já começaram a oferecer equipamentos equipados com o Skylake. Além disso, fabricantes de laptops devem ser os primeiros a exibir seus computadores com Windows 10 e Skylake na IFA, a feira de eletrônicos mais importante da Europa, que começa na sexta-feira, 4, em Berlim.

O vice-presidente sênior da Intel, Kirk Skaugen, que comanda o grupo de computação para clientes, disse ao The Wall Street Journal que a empresa está de olho em mais de 500 milhões de PCs em uso, que têm pelo menos quatro anos de idade. "Na comparação com esses sistemas, as máquinas com chip Skylake serão mais do que duas vezes mais rápidas em tarefas de computação padrão e oferecerão o triplo da duração da bateria", afirmou. Ele enfatizou que os computadores também serão menores e mais leves, porque o chip Skylake consome menos energia, possibiltando que os componentes sejam colocados mais agrupados.

Segundo Skaugen, comparado com os sistemas mais recentes, laptops tradicionais com chip Skylake são 10% mais rápidos na execução de aplicativos de produtividade padrão e consomem 20% menos energia.

Deixe seu comentário