Huawei contabiliza 91 contratos comerciais para tecnologia 5G

0
0

A Huawei informa que já firmou 91 contratos comerciais em todo o mundo para tecnologia 5G e entregou mais de 600 mil unidades de sistemas de antena ativos baseados na tecnologia de Múltiplas Entradas Múltiplas Saídas (MIMO, do inglês Multiple Input Multiple Output). Com a velocidade da implantação da nova rede móvel, a empresa decidiu criar um programa para desenvolver um ecossistema bem como lançar diversas soluções para a tecnologia.

O Programa de Inovação para Parceiros 5G consiste em uma atuação colaborativa da Huawei com seus parceiros para criar um ecossistema de negócios e, consequentemente, ampliar a cobertura dos projetos com tecnologias 5G, incluindo novas verticais como saúde e educação. Por meio do programa, a Huawei planeja investir US$ 20 milhões nos próximos cinco anos para suportar aplicações inovadoras em 5G.

A Huawei está promovendo, ao mesmo tempo, o lançamento de diversos produtos para a cobertura 5G, tais como rede simplificada de acesso via rádio (RAN, do inglês Radio Access Network), rede IP inteligente, rede de transporte de largura de banda ultra rápida, conexões verdes e serviços habilitados para Inteligência Artificial (AI). Confira:

Rede simplificada de acesso via rádio: A RAN simplificada é composta de três soluções: antena MIMO Massive de terceira geração mais leve do setor, Blade AAU com o mais alto nível de integração do setor e unidade de antena ativa de banda ultra-larga de 400 MHz. As soluções ajudam as operadoras na implantação mais rápida da tecnologia 5G.

Rede IP inteligente: é a primeira do setor a oferecer suporte à latência compatível, utilizando a telemetria de informações de fluxo local (iFIT) para identificar possíveis falhas em menor tempo e garantir a disponibilidade da rede de comunicação.

Rede de transporte de largura de banda ultra rápida: fornece uma capacidade de transmissão de 48 Tbit/segundo em uma única fibra óptica (velocidade que é 40% superior à média da indústria) e garante que a rede de transporte de dados possa evoluir sem imprevisto nos próximos dez anos.

Conexões verdes: A unidade de antena ativa reduz o consumo de energia em mais de 15%.

Serviços habilitados para Inteligência Artificial: por meio de IA, o uso da rede se torna mais preciso para aperfeiçoar a experiência do usuário, uma vez que os serviços comercializados se tornam mais direcionados.

Deixe seu comentário