Ituran Brasil investe em inovação para apoiar motoristas

0
10

A crise causada pelo novo coronavírus Covid-19 trouxe uma série de mudanças para a vida das pessoas. Dentre elas, mobilidade e maior uso de automóveis em viagens – por conta do risco de fluxo em aeroportos – já ganham corpo em discussões sobre o futuro.

O transporte público de massa, antes visto como vital para qualquer metrópole, hoje é tido como um importante fator de risco de contágio. De olho nesta nova realidade, aceleraram obras de mobilidade urbana para incentivar a locomoção ativa. Novas ciclovias e calçadas mais largas surgem a cada dia. Do lado da indústria automobilística, o mais alto nível de disrupção ganhou destaque.

A Ituran Brasil, por meio do uso de Big Data criou modelos importantes para auxiliar os condutores. "A tecnologia permite definir, semana após semana, a utilização real do veículo. Essa mudança reduz os custos para os consumidores, além de proporcionar auxílio em casos de emergência", pontuou Amit Louzon, CEO da Ituran Brasil.

Para ele, o futuro da telemetria está voltado para segurança. "A novidade transita pelo uso de sofisticados algoritmos de grande complexidade, responsáveis pelas análises comportamentais, na avaliação da redução de poluentes (controle de CO2) e do consumo, impactando a segurança que valoriza o desempenho dos motoristas", destacou Louzon.

Ainda no campo da inovação tecnológica voltada para segurança, a Ituran vai apresentar em 2021 um aplicativo que deve, entre outras funções, ajudar os motoristas a encontrarem locais mais seguros para estacionar o carro. "O software vai usar dados das Secretarias de Segurança Pública, alinhados a plataformas de geoprocessamento de vias, para mapear os lugares onde há mais riscos de roubos e furtos e notificar os usuários. O plano é que este app esteja disponível inclusive para quem não é cliente da Ituran", revela Louzon.

Diante dos acontecimentos, os departamentos de engenharia automotiva já debatem uso de sensores de temperatura em quem está dentro do carro, algo parecido com uma câmera térmica, bem como uso de tecnologias que melhorem filtragem de ar e equipamentos para monitorar a saúde das pessoas. "Outra tendência acelerada pela crise, é o aumento de opções para o deslocamento diário. O Big Data ajuda nessa nova mobilidade, que engloba smartcars, bicicletas, patinetes, túneis para sistemas autônomos, drones de passageiros e quaisquer outras formas de transporte que venham a se somar ao leque de opções. Estaremos preparados para tudo isso", alertou Louzon.

Outro ponto de convergência é a integração com soluções para a calibração de câmeras de vídeo para veículos – o sistema ADAS (Advanced Driver Assistance Systems) que, durante o percurso, escaneia a rota, calcula a distância e a velocidade dos veículos à frente. "Segurança do motorista e do equipamento são variáveis importantes", enfatiza.

Em termos de futuro, o executivo acredita que soluções cada vez mais precisas vão se popularizar. "Economia e precisão é um caminho sem volta. Nossa tecnologia está um passo adiante nesse processo. O uso de Business Intelligence (BI), além de oferecer o apoio nas decisões, nos dá escala de atendimento", diz o executivo.  

Na opinião dele, o futuro chegou e problemas como a pandemia exigiram respostas. "O Covid-19 nos impôs uma nova realidade e, na Ituran, respondemos ao desafio com superação. Ajudamos as empresas a reduzir os custos operacionais de manutenção e combustíveis, contribuindo também para o meio ambiente. Nossa tecnologia foi uma variável de forte resposta: o futuro chegou e já estamos preparados para esse novo normal", finalizou Louzon.

Deixe seu comentário