Site conecta instituições que precisam de EPIs a fornecedores

0
0

Desenvolvida por meio de parceria entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Microsoft e a Radix, está nascendo uma plataforma que une quem procura e quem oferta EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Por meio do EPIMatch, um hospital, por exemplo, poderá encontrar mais rapidamente os fornecedores que precisa para obter máscaras, luvas e outros itens essenciais para quem está na linha de frente dos serviços de saúde. A plataforma online roda na nuvem Microsoft Azure e permite que instituições cadastrem suas necessidades e encontrem fornecedores que possam atender à demanda.

A ferramenta surge em um momento de crescente demanda por EPIs em função da pandemia de COVID-19 e reúne em um único ambiente virtual hospitais e instituições públicas que precisam de EPIs hospitalares e empresas que produzem ou importam esses itens.

"Neste momento, agilidade é fundamental. A solução reduz a distância e o tempo entre a compra e a venda de itens essenciais ao combate à Covid-19 como máscaras, aventais, luvas e óculos e proteção, entre outros itens", explica Igor Calvet, presidente da ABDI.

Como funciona

Para acessar a plataforma, é preciso fazer um cadastro como Demandante ou Ofertante de EPIs no site EPIMatch. O cadastro é gratuito, simples e intuitivo; e pode ser realizado por Pessoa Física ou Pessoa Jurídica.

A partir do momento em que o interessado obtém acesso ao serviço, poderá pesquisar onde há oferta ou demanda de equipamentos e quais tipos de EPIs estão cadastrados para compra ou venda. A disponibilidade pode ser identificada por região do país. A partir da localização da oferta ou da demanda, as partes entram em contato e iniciam a negociação.

A plataforma EPIMatch conta com o apoio de entidades como a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (ABIMO), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho (ANIMASEG), Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI) e Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABECLIN), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), Hacking Rio, além de diversas instituições públicas e privadas.

Deixe seu comentário