Às voltas com investigações de fraude fiscal, Toshiba não divulga balanço do ano fiscal de 2014

0
26

A Toshiba Corp. deve registrar queda no lucro operacional de pelo menos 100 bilhões de ienes (o equivalente a US$ 814 milhões) — quase o dobro da estimativa inicial —, em consequência de irregularidades contábeis, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto disse ao The Wall Street Journal.

O caso promete ser um dos mais rumorosos no mundo corporativo do Japão, desde o escândalo da Olympus Corp., ocorrido em 2011, devido a uma fraude contábil de US$ 1,7 bilhão. Um conselho independente foi nomeado foi investigar as finanças da gigante japonesa de infraestrutura, depois que orgãos de proteção financeira do Japão alertaram para possíveis irregularidades contábeis, em fevereiro.

Em maio, a empresa disse que seria necessário reduzir o seu lucro no período de 2009 a 2013 em 54,8 bilhões de ienes por causa de fraude contábil nos custos da maioria dos projetos do seu negócio de sistemas de energia elétrica.

A Toshiba e o conselho independente também descobriram problemas nos negócios de computadores pessoais e semicondutores, o que deve levar a empresa a preparar outra revisão para baixo do lucro operacional. A Toshiba já havia detectado a existência de problemas nas unidades, mas não disse qual será o impacto financeiro.

O conselho independente revelar o resultado das investigações em meados deste mês, mas antes mesmo de saber qual o tamanho do rombro, o CEO da Toshiba, Hisao Tanaka, deu a entender que haverá uma grande refornulação na gestão da companhia.

Em decorrência dos problemas contábeis, a Toshiba não divulgou o balanço financeiro do ano fiscal de 2014, encerrado em 31 de março — anúncio originalmente programado para junho. A empresa espera apresentar o balanço até o fim de agosto.

Deixe seu comentário