Gemalto quer dobrar lucro operacional para 600 milhões de euros até 2017

0
1

A Gemalto, fornecedora holandesa de soluções de segurança digital e SIMCards, anunciou na última quinta-feira, 5, um ambicioso plano de crescimento para os próximos quatro anos. A companhia informou em comunicado que pretende dobrar seu lucro operacional para 600 milhões de euros até 2017, depois de atingir a meta estabelecida para 2012, de 300 milhões de euros.

A companhia estima que metade do crescimento no período estipulado virá de um salto nas receitas de suas plataformas e atividades de serviços, de 1 bilhão de euros por ano — no ano passado, os segmentos representaram 390 milhões de euros nas vendas totais do grupo, de 2,2 bilhões de euros. Também são considerados potenciais aceleradores de seu crescimento, o "aumento drástico no uso de autenticação para nuvem e segurança de acesso à internet".

"Estamos particularmente entusiasmados com essa próxima fase de expansão, e confiantes de que a sua realização beneficiará mais uma vez todos os nossos investidores", declarou o CEO da Gemalto, Olivier Piou. Apesar do entusiasmo do executivo, alguns analistas continuam céticos quanto a capacidade da companhia de sustentar o ritmo de crescimento prometido. As ações da Gemalto estavam cotadas nesta sexta-feira, 6, em queda na bolsa NYSE Euronext. Por volta das 18h (horário de Brasília), os papéis da empresa eram negociados a 83,92 euros, declínio de 2,34% em relação ao fechamento do dia anterior.

Deixe seu comentário