Mobile Security: o desafio de proteger multidispositivos

0
0

Já que os smartphones e aplicativos móveis são uma parte essencial de nossa vida, com os quais, pode-se jogar, reservar um voo, socializar e comprar mantimentos e também realizar transações financeiras, onde são trocados detalhes confidenciais, o fator segurança passou a ser prioridade número 1 para usuários e para a indústria, conforme explicou em

apresentação Eduardo Takeshi, gerente de Marketing de Soluções da Oi, em sua apresentação na edição 2019 do Forum Mobile Transformation, promovido pela TI INSIDE nesta terça-feira,5. "Uma violação de segurança por meio de um  aplicativo móvel pode levar a desastres gigantescos".

"Da perspectiva dos negócios, a segurança imperfeita de aplicativos móveis pode levar a clientes insatisfeitos, perda de receita e, eventualmente, uma imagem de marca manchada. Muito se tem investido para o monitoramento e desenvolvimento de app móveis seguros, principalmente impelida pela transformação digital dos usuários", reitera Takeshi.

"As empresas devem aplicar a estratégia móvel diligente para garantir que seus desenvolvedores móveis possam pensar nas consequências não intencionais do design e da segurança do aplicativo. A entrega de um aplicativo sem pensar na segurança do usuário diminuirá o valor da marca se isso colocar em risco os dados do cliente ou da empresa", reforçou o executivo.

Deixe seu comentário