Pagamentos digitais seguros e inovadores

0
4

Quando falamos em pagamentos digitais, segurança é o fator mais importante para a experiência do usuário e, graças aos avanços tecnológicos, os consumidores estão cada vez mais confiantes. Um estudo realizado pela Prime Research e MasterCard em 2012 mostra que 20% das conversas globais nas redes sociais sobre a segurança desses pagamentos eram positivas e, em 2014, o índice subiu para 90%. Só este ano, inovações como assinatura eletrônica e autenticação multinível representam um grande avanço em termos de segurança das operações, mas existem outros mecanismos para garantir que nossos pagamentos sejam realizados com segurança e assertividade.

Um exemplo é a biometria, que garante a seguranças das transações e pagamentos por meio da impressão digital e leitura biométrica da retina dos usuários. Essa nova forma de autenticação dificulta muito mais os casos de fraude de informações pessoais, quando comparada aos sistemas tradicionais.

Outra inovação que levou ao aprimoramento da segurança das transações é a tokenização. Nos últimos anos, trabalhamos no desenvolvimento de uma plataforma segura que permite aos consumidores usarem seus cartões quando, onde e como desejam. Pensamos uma solução que funcione no novo ecossistema digital, chamado MasterCard Digital Enablement Service – "MDES", que permite transformar qualquer dispositivo conectado em um dispositivo comercial que faz e recebe pagamentos.  Isto quer dizer que as transações da MasterCard feitas com carteiras digitais contam com a proteção de tokens de pagamento, baseados em padrões de segurança adotados pelo mercado. Os tokens são números virtuais de cartão que usados em dispositivos móveis em vez do número real do cartão impresso no plástico,  são pessoais, intransferíveis e muito seguros. Por isso dificultam tentativas de fraude.

Também existe uma tendência cada vez mais expressiva de fazer transações via dispositivos móveis, uma vez que cerca de 66% das conexões de Internet no Brasil acontecem em telefones celulares, de acordo com os números da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM). Os pagamentos móveis se tornaram uma parte essencial da proposta de valor dos nossos novos dispositivos. Com o MDES da MasterCard, agora é possível realizar pagamentos de qualquer lugar em que os consumidores estejam usando um dispositivo conectado. As transações efetuadas por telefone celular em estabelecimentos comerciais habilitados são realizadas por outro tipo de tokenização que nunca revela o número real do cartão usado. Isso proporciona uma camada de segurança adicional.

Tecnologias como as citados acima, somadas às já conhecidas, podem aumentar a segurança em um mundo financeiramente mais inclusivo. Dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) mostram que, em 2014, a bancarização no Brasil atingiu 60%, três pontos percentuais a mais que em 2013. Por isso, é essencial garantir a segurança dos pagamentos e inovar, promovendo ainda mais a inclusão financeira e a penetração das transações móveis.

Os usuários não querem só mais um produto, eles querem inovação, conveniência e um ambiente seguro de pagamento. Falhas em qualquer um desses três pilares gera desconfiança e pode afastar o consumidor do mundo financeiro digital. Daí a importância de a iniciativa privada abraçar as novas tecnologias e aperfeiçoá-las de forma a oferecer formas de pagamento mais seguras e aprimoradas a mais pessoas.

Marcelo Tangioni , vice-presidente de Produtos da MasterCard Brasil e Cone Sul.

Deixe seu comentário