Ataques cibernéticos com uso de ramsomwares usam material da OMS como 'isca'

1
0

Mesmo durante uma das maiores crises mundiais da história, causada pela pandemia da COVID-19, um levantamento da STILINGUE – plataforma de Inteligência Artificial (IA) com foco em Social Intelligence & Responding – detectou que houve um aumento considerável de conversas na Internet e redes sociais relacionadas a um outro tipo de vírus: os de computador.

Especialmente os chamados ramsomwares, modalidade em hackers criptografam todos os arquivos no computador da vítima e exige o pagamento de resgate para fazer a devolução. Um deles, inclusive, se passa por um PDF da Organização Mundial da Saúde – OMS e, ao ser aberto em PCs, Macs e sistemas Windows, hackeia a máquina e a trava em troca de resgate. A informação foi detectada pela plataforma e validada pelo time de Information Security da própria STILINGUE.

A empresa está à frente do projeto Vozes da Pandemia, um painel atualizado em tempo real sobre a COVID-19 no ambiente digital e que resume também o que as comunidades da Medicina, da Ciência e Espiritual estão falando, direta ou indiretamente, em torno do tema: https://covid.stilingue.com.br/.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário