Apple exige mais US$ 2,2 bilhões da Samsung por quebra de patentes

0
0

A Apple pediu na última terça-feira, 8, mais US$ 2,2 bilhões à Samsung pela violação de cinco de suas patentes, segundo o The Wall Street Journal. Este é o quinto dia do último julgamento que começou na semana passada, na esteira da longa batalha de patentes que as companhias vem travando nos últimos anos.

Durante a sessão realizada no Tribunal Distrital dos EUA em San Jose, na Califórnia, Christopher Vellturo, economista e especialista em danos da Apple, afirmou que a violação de patentes envolveu mais de 37 milhões de smartphones e tablets vendidos pela Samsung nos EUA entre agosto de 2011 e o fim de 2013. A receita total gerada pela venda desses dispositivos é confidencial.

Segundo ele, as infrações cometidas pela companhia sul-coreana ocorreram em um momento em que esse mercado passava por mudanças e crescia dramaticamente, no qual muitas pessoas estavam decidindo pela compra de seus primeiros smartphones. "Isso teve um efeito dramático sobre a Apple, e a remuneração é, portanto, considerável", disse Vellturo.

Para os advogados da Samsung, o pedido da Apple é um "exagero grosseiro, bruto", que "imensamente superestima o alcance" de seus pedidos de patente. Para aumentar a percepção de que a Apple exagerou, a Samsung está pedindo cerca de US$ 7 milhões para duas de suas patentes de software que ela diz que a Apple violou.

No ano retrasado, o mesmo júri determinou que a fabricante sul-coreana pagasse US$ 1,052 bilhão à empresa americana por ter quebrado patentes em seus smartphones e tablets.

Deixe seu comentário