Black Friday 2021 promete ser a mais digital da história, mas medo de fraude atinge 80%, conclui pesquisa

0
14

Uma das principais datas do comércio brasileiro, a Black Friday 2021, acontece dia 26 de novembro e promete ser a mais digital da história ainda fortalecida pela pandemia que mudou os canais de compra.

Pesquisa da Conversion, agência especializada na ferramenta de Search Engine Optimization (SEO) mostrou que 72% pretendem comprar online. Destes consumidores, aqueles que revelaram escolher as compras online por medo do contágio do COVID-19 somam 62,96%. No ano passado, este número era de 75,3%. Estes dados mostram que, apesar da reabertura de algumas cidades já ter sido totalmente concluída, a maior parte da população ainda possui algum receio com relação à pandemia.

As lojas físicas aparecem com 27,35% da preferência, cerca de 6% a mais do que no ano passado, em que parte delas estavam fechadas por conta de decretos governamentais. É possível afirmar, portanto, que o crescimento do comércio eletrônico não anula o desejo do consumidor pelas lojas físicas.

Quando perguntados sobre o medo de fraudes, 80,63% dos consumidores afirmaram possuir algum. Ou seja, mesmo após 11 anos da implementação da Black Friday no Brasil, a maior parte da população ainda teme ser lesada. Apesar de alto, ainda é melhor que no ano passado, 84,6%.

Diógenes Malaquias, CEO do Grupo Gether, dirige a Gether, uma fraternidade de empresários com mentoria e trocas de experiências e tem uma dica para conquistar a confiança do cliente a longo prazo: "Existe um termo que se chama "Custo de Aquisição de Cliente" que toda empresa saudável tem que calcular. Muitas vezes, grandes empresas zeram seu lucro em um determinado produto para tornar atrativo para o cliente comprar. Isso acontecendo, fica muito mais fácil do consumidor voltar e comprar um 2° produto nesta empresa. A dica é: usar a Black Friday para captar clientes para o negócio que ao longo do próximo ano vão voltar e aí sim, conseguir lucro, gerando relação de fidelidade e credibilidade, fazendo uma promoção real em meio a um monte de meme do pessoal chamando a Black Friday de 50% do dobro."

De acordo com o estudo da Conversion, os descontos são maior motivador de compras, 81,77%. Mas a ansiedade por esse desconto, revela que 72,65% dos consumidores desejam começar suas compras assim que as promoções começarem a aparecer, enquanto apenas pouco mais de 27% esperarão pelo dia 26 de novembro.

Deixe seu comentário