Carl Icahn faz acordo com eBay e desiste de exigir spin-off do PayPal

0
11

As divergências entre o megainvestidor ativista Carl Icahn e o eBay finalmente chegaram ao fim. O site de leilões e comércio eletrônico anunciou nesta quinta-feira, 10, que Icahn desistiu de pressioná-lo a fazer o spin-off (separação) de sua unidade de pagamentos eletrônicos PayPal, como também retirou suas indicações de dois nomes para o Conselho de Administração do site. Em troca, o eBay concordou com a sugestão do investidor em nomear David Dorman , ex-presidente-executivo da AT&T, como diretor independente para o seu conselho, ampliando o número de conselheiros independentes para 10, em um grupo de12 membros.

"Estamos muito satisfeitos por ter chegado a este acordo com Carl, permitindo que nossa equipe de gestão concentre toda atenção em um objetivo que todo acionista concorda: o crescimento do PayPal e eBay", declarou John Donahoe, CEO do eBay, ao The Wall Street Journal. Já Icahn declarou "Estamos felizes por ter chegado a um acordo com o eBay e acredito que Dave Dorman será uma grande adição ao Conselho de Administração da empresa."

Além de pressionar incessantemente pelo spin-off do PayPal, argumentando que o eBay estava sufocando seu crescimento e prejudicando sua competitividade contra potenciais rivais, incluindo a Apple, Icahn também chegou a pedir que o site vendesse 20% do serviço de pagamentos por meio de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). O investidor alegava que a venda de apenas uma parte do PayPal traria os benefícios de uma operação independente, ao mesmo tempo em que manteria as eficiências de ter o eBay e o PayPal juntos.

Deixe seu comentário