Thomson Reuters escolhe AWS para impulsionar transformação digital

1
43

A Amazon Web Services (AWS) anunciam que a Thomson Reuters, fornecedora de serviços de informações de negócios, concluiu sua migração em grande escala para a AWS – parte essencial de sua estratégia de transformação digital –, possibilitando que a empresa inove mais rápido, desenvolva e atue com base em novos insights, se tornando uma empresa mais ágil na nuvem.

Como parte de sua mudança para a nuvem, a Thomson Reuters migrou para a AWS milhares de servidores e centenas de aplicativos que geram receita para o negócio. Expandindo seu relacionamento de longa data com a AWS, a Thomson Reuters aproveita o portfólio incomparável de serviços em nuvem da companhia, incluindo análise, banco de dados, contêineres, serverless, armazenamento, machine learning e segurança para criar novos produtos digitais para seus seus clientes e revelar insights maiores nos setores em que atua.

A Thomson Reuters fornece software e ferramentas altamente especializados para profissionais das áreas jurídica, fiscal, contábil e de compliance, além do serviço de notícias globais da Reuters. Em todos esses setores, seus produtos e ferramentas ajudam os profissionais a compreenderem melhor seus setores, otimizarem as operações, aumentarem a eficiência e reduzirem riscos. Em 2018, a Thomson Reuters fez uma parceria com a AWS Professional Services, a AWS Managed Services (onde a AWS opera infraestrutura em nome do cliente) e especialistas terceirizados certificados da AWS de vários parceiros de consultoria que forneceram experiência prática, gerenciamento de infraestrutura rotineiro e otimização de custos.

A decisão de usar esses recursos da AWS possibilitou que a Thomson Reuters concluísse a migração cinco meses antes do planejado. Aproveitando o AWS Managed Services, a empresa transferiu centenas de aplicativos legados críticos de suas unidades de negócios globais para a nuvem e rapidamente os colocou em produção. Para otimizar ainda mais sua migração, a Thomson Reuters usou o AWS Marketplace para acessar serviços simplificados de contratação de software para adquirir e integrar rapidamente seu software de terceiros preferencial em seu ambiente AWS.

Além disso, a Thomson Reuters desenvolveu uma plataforma interna para aplicar machine learning em escala usando o Amazon SageMaker – o serviço da AWS para criar, treinar e implantar modelos de machine learning na nuvem e em edge – para ajudar desenvolvedores e cientistas de dados a obterem rapidamente novos insights de dados históricos e em tempo real em um ambiente totalmente gerenciado e seguro.

Segundo as empresas, a plataforma economiza incontáveis horas de codificação para esses profissionais, fornecendo todos os componentes usados para machine learning em um único conjunto de ferramentas. Desta forma, os modelos chegam à produção de forma mais rápida, com muito menos esforço e a um custo menor, possibilitando que a Thomson Reuters ofereça soluções novas e inteligentes para seus clientes. A Thomson Reuters usa o Amazon SageMaker para desligar automaticamente instâncias GPU quando um trabalho de treinamento é concluído e aproveita as instâncias locais da Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) – capacidade de EC2 não utilizada que fica disponível com um desconto de até 90% em comparação com os preços sob demanda – para reduzir o custo da inferência do modelo de machine learning.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito boa a matéria! As empresas precisam se adequar a esta nova realidade para que se mantenham competitivas a nível global e, naturalmente, a busca por infraestrutura que permita rápidas implementações, com custo mais baixo, é fundamental. Nós, do centro von Braun, possuímos tecnologias e expertise para guiá-los nesse processo de transformação, fale conosco!

Deixe seu comentário