Salesforce cria serviço de Internet das Coisas na nuvem que será hospedado na Amazon Web Services

0
2

Apesar de ter uma infraestrutura própria de cloud computing, a Salesforce.com, fornecedora de soluções de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) em nuvem, está implantando um novo serviço nas instalações da Amazon Web Services (AWS), divisão de computação em nuvem da varejista online. Com isso, a fabricante de software se une a outras empresas, como a Netflix, que estão passando a oferecer serviços que são executados na AWS.

A Salesforce vai oferecer um serviço de Internet das Coisas na nuvem, anunciado no ano passado e voltado a empresas que necessitam lidar com a avalanche de dados gerados por dispositivos conectados, tais como smartphones, tablets, aparelhos portáteis e sensores industriais. O serviço, ainda sem nome definido, está sendo testado por vários clientes do Salesforce e a previsão é que esteja disponível após o meio do ano, informou ao The Wall Street Journal Adam Bosworth, vice-presidente executivo de Internet das Coisas em nuvem da Salesforce. "Tínhamos que ter a válvula de segurança de uma nuvem pública ou de nuvens públicas que estamos construindo", justificou.

O serviço é projetado para rastrear bilhões de eventos digitais diários e extrair informação útil que, por exemplo, poderia ajudar os representantes de suporte ao cliente diagnosticar problemas.

A Salesforce geralmente constrói novos serviços para operar em seus próprios data centers. No entanto, ela tem usado também a Amazon Web Services. Em 2010, por exemplo, ela adquiriu a Heroku, uma empresa que vende serviços para desenvolvedores de software cujos servidores estão hospedados na AWS.

Deixe seu comentário