Amazon anuncia 26 novos projetos de energia eólica e solar

0
68


A Amazon anunciou 26 novos projetos de energia eólica e solar em escala de serviço público, totalizando 3,4 gigawatts (GW) de capacidade de produção de eletricidade, elevando seu investimento total em energia renovável em 2020 para 35 projetos, que somam mais de 4 GW de capacidade – o maior investimento corporativo em energia renovável em um único ano. Os novos projetos farão da Amazon a empresa que mais investe em compra de energia renovável de todos os tempos.

A Amazon já investiu em 6,5 GW de projetos eólicos e solares, que possibilitarão à empresa fornecer às suas operações mais de 18 milhões de megawatts-hora (MWh) de energia renovável anualmente.

A quantidade é suficiente para abastecer 1,7 milhão de residências nos EUA por um ano. Os projetos levarão energia renovável aos escritórios corporativos da Amazon, centros de distribuição e data centers da Amazon Web Services (AWS), que prestam suporte a milhões de clientes de todo o mundo. Também ajudarão a avançar em direção à meta da Amazon de consumir energia 100% renovável e atingir zero de emissões-líquidas de carbono em suas operações até 2040. Parte desse compromisso é abastecer a infraestrutura da Amazon com energia 100% renovável, e a empresa está no caminho certo para atingir esse marco até 2025, cinco anos antes da meta inicial de 2030.

Os 26 novos projetos eólicos e solares anunciados hoje estão localizados na Austrália, França, Alemanha, Itália, África do Sul, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos, sendo os primeiros da Amazon na França, Alemanha, Itália e África do Sul. Nos EUA, a Amazon já possibilitou projetos eólicos e solares nos estados da Califórnia, Delaware, Illinois, Indiana, Kansas, Kentucky, Nebraska, Carolina do Norte, Ohio, Texas e Virgínia. A empresa tem um total de 127 projetos de energia renovável em todo o mundo, incluindo 59 projetos de energia renovável solar e eólica em escala de serviço público e 68 telhados solares em centros de abastecimento e centros de distribuição.

No ano passado, a Amazon e a Global Optimism cofundaram o The Climate Pledge, um compromisso de chegar ao Acordo de Paris dez anos antes do originalmente planejado, e de ter carbono zero até 2040. Agora, o compromisso tem 31 signatários, incluindo Unilever, Verizon, Siemens, Microsoft e Best Buy.

Para atingir a meta, a Amazon continuará reduzindo as emissões em suas operações, estabelecendo um caminho para abastecer suas operações com energia 100% renovável cinco anos antes da meta inicial da empresa de 2030. Também parte desse esforço são a visão "Shipment Zero", de realizar todas as entregas com zero emissão líquida de carbono e com 50% de zero emissão-líquida de carbono até 2030, e a compra de 100 mil veículos elétricos, o maior pedido de veículos de entrega elétricos de todos os tempos.

Deixe seu comentário