Visa anuncia que comprará a Plaid por US$ 5,3 bilhões

0
3

A Visa Inc. anunciou nesta segunda-feira, 13, que assinou um acordo definitivo para adquirir a Plaid, uma rede que facilita o acesso seguro das pessoas das suas contas financeiras aos aplicativos que usam para gerenciar sua vida financeira. A Visa pagará um total de compra de US$ 5,3 bilhões para adquirir a Plaid.

As soluções da Plaid permitem que os consumidores compartilhem convenientemente suas informações financeiras com milhares de aplicativos e serviços, como Acorns, Betterment, Chime, Transferwise e Venmo. Os consumidores confiam nesses aplicativos e serviços para ajudar a planejar seus gastos, aumentar suas economias e monitorar seus investimentos. Por exemplo, quando um usuário configura uma conta Venmo, é o Plaid que permite vincular sua conta bancária a sua conta Venmo.

A conectividade entre instituições financeiras e desenvolvedores se tornou cada vez mais importante para facilitar o uso dos aplicativos das fintechs. 75% dos consumidores com acesso à Internet no mundo usaram um aplicativo de uma fintech para iniciar a movimentação de dinheiro em 2019, contra 18% em 2015¹. A Plaid é líder em possibilitar essa conectividade em grande escala. Hoje, uma em cada quatro pessoas com uma conta bancária nos EUA usou o Plaid para se conectar a mais de 2.600 aplicativos de fintechs em mais de 11.000 instituições financeiras.

"Estamos extremamente felizes com a aquisição da Plaid e como ela melhora a trajetória de crescimento de nossos negócios", disse Al Kelly, CEO e chairman da Visa. "Plaid é líder no mundo das fintechs de rápido crescimento, com o que há de melhor em recursos e em talentos. A aquisição, combinada com nossos esforços em fintechs já em andamento, posiciona a Visa para agregar ainda mais valor aos desenvolvedores, instituições financeiras e consumidores".

"A missão da Plaid é tornar o dinheiro mais fácil para todos e estamos empolgados com a oportunidade de continuar cumprindo essa promessa em escala global", disse Zach Perret, CEO e co-fundador da Plaid. "A Visa tem a confiança de bilhões de consumidores, empresas e instituições financeiras como parte essencial do ecossistema financeiro. Juntas, a Visa e a Plaid podem apoiar o rápido crescimento dos serviços financeiros digitais".

A aquisição representa, simultaneamente, uma entrada em novos negócios e em aprimoramentos complementares aos negócios existentes da Visa. Primeiro, os negócios centrados em fintechs da Plaid abrem novas oportunidades de mercado para a Visa nos EUA e internacionalmente. Em segundo lugar, a combinação de Visa e Plaid possibilita a oportunidade de oferecer recursos avançados de pagamento e serviços de valor agregado relacionados aos desenvolvedores de fintechs. Por fim, a aquisição permitirá que a Visa trabalhe ainda mais próxima com as fintechs em todas as etapas de seus desenvolvimentos e impulsionará o crescimento do negócio principal da Visa.

"Esta aquisição é a evolução natural da jornada de 60 anos da Visa, conectando compradores e vendedores até consumidores com serviços financeiros digitais", afirma Kelly. "A combinação de Visa com a Plaid nos colocará no epicentro do mundo das fintech, expandindo nosso mercado e acelerando nossa trajetória de crescimento de receita a longo prazo".

Assim que a aquisição esteja concluída, espera-se que a combinação traga benefícios significativos para desenvolvedores, instituições financeiras e consumidores. "Temos um excelente relacionamento tanto com a Visa quanto com a Plaid. A combinação dos recursos da Plaid com a segurança e a escala global da Visa nos proporcionará inúmeras oportunidades para aprimorar nossos produtos", disse Dan Schulman, presidente e CEO do PayPal.

"Acreditamos que a aquisição da Plaid, pela Visa, é um acontecimento importante para oferecer aos consumidores mais segurança e mais controle sobre como seus dados financeiros são usados. Proteger os dados dos clientes e ajudá-los a compartilhar essas informações, com segurança, têm sido uma das principais prioridades da Chase. Estamos ansiosos para fazer parceria com a Visa para continuar construindo uma ótima experiência para nossos clientes em comum", disse Gordon Smith, co-presidente do JPMorgan Chase e CEO do Consumer and Community Banking.

A transação está sujeita a aprovações regulatórias e outras condições habituais de fechamento. A Visa financiará a transação com dinheiro em caixa e emissão de dívida no momento apropriado. Esta transação não terá impacto no programa de recompra de ações ou na política de dividendos anunciados anteriormente pela Visa. Espera-se que a transação seja concluída nos próximos três a seis meses.

Deixe seu comentário