Serviços gerenciados garantem proteção e segurança para a transformação digital

0
45

Post content – Os serviços gerenciados de segurança que a SoftwareONE oferece foi tema do webinar realizado nesta terça-feira, 14, mostrando a importância da proteção proativa contra as ameaças de segurança atuais na nuvem, bem como ajudar as empresas a estarem em conformidade com as normas do mercado e proteção, elementos essenciais para o compliance e também para a garantir a transformação digital das empresas em todo o mundo.

Segundo Richard Souza – Cloud Solutions Architect da SoftwareONE, os serviços oferecidos pela companhia são "agnósticos", independente do player escolhido pelo cliente (AWS ou Azure) e trazem as boas práticas do mercado de segurança para cada caso, a fim de garantir um caminho bem sucedido rumo a cloud pública.

Entretanto, muitas são as dúvidas neste processo. "Entre os principais desafios aos clientes, o os ataques tipo Ransomware se sobressaem. Conforme pesquisa de mercado, os atacantes conseguem permanecer até 206 dias dentro dos seus sistemas sem serem detectados, principalmente analisado as vulnerabilidade. Estes criminosos têm trabalhado muito em engenharia social para tornarem-se especialistas nas suas vulnerabilidades", alerta Souza.

Ainda segundo esta pesquisa, o especialista da SoftwareONE informou que as empresas perdem cerca de 3,6 milhões de dólares em ataques bem sucedidos com o impacto que causam nas empresas e cerca de 31% dos líderes de segurança das empresas perdem seus empregos após ataques criminosos, isso sem contar que 60% das pequenas empresas vitimadas fecham em função de suas perdas.

"De acordo com uma grande pesquisas feita com 1.200 profissionais de segurança em TI foi possível constatar que que 62% das empresas são vítimas de ransomwares; e das afetadas, 57% pagam pelos resgates e destas 66% conseguem recuperar seus dados; enquanto daquelas que não pagam 84% conseguem recuperar, mas 33% não recuperam nenhum dado, tornando-se uma vítima permanente desses criminosos", mostra Souza.

Diante desse quadro cada vez mais apreensivo, Souza indica que as companhias possuem desafios iguais, não importando o tamanho ou área de atuação.  Dificuldades com a transparência dos modelos, com os ataques propriamente ditos, falta de expertise para coibir e mitigar estes clusters, bem como lidar com a complexidade de cada cliente, são os aspectos mais comuns e que causam dúvidas na hora de encontrar os parceiros de segurança mais adequados.

Para atender essa demanda, a SoftwareONE oferece um SOC – Centro de Serviço Gerenciado de Segurança que possibilita uma detalhada gama de ofertas, visando identificar as vulnerabilidades que a empresa está sujeita. Usando ferramentas de Pen Test (penetration testing), os profissionais da SoftwareONE simulam exaustivamente ataques para realmente mostrar onde e quando as vulnerabilidade se apresentam; em seguida, avaliam o Security Maturity Assessment, uma análise integral dos data centers da empresa para identificar qual  o grau de maturidade que a empresa se encontra no campo da segurança de dados;  e finalmente o serviço de Cloud Workload Security, que permite mostrar quais etapas necessárias para os clientes atingirem a plenitude de um processo de segurança.

"Diante das necessidades diferentes do mercado a SoftwareONE possui 3 diferentes níveis de serviços ( Silver, Gold e Platinum) que se adequam a cada tipo de empresa em parceria com os mais experientes players de software de cybersegurança do mercado, garantindo robustez e as melhores soluções tecnológicas existentes, funcionando 24×7", garante Souza.

O Centro de Operações de Segurança Cibernética auxilia na prestação dos serviços gerenciados neste processo, monitorando e alertando continuamente o ambiente de trabalho dos clientes para suporte de experts treinados para analisar e aconselhar os melhores meios para mitigação de danos ou na prevenção destes ataques. "Nosso objetivo sempre é alinhar os objetivos de negócios dos clientes a formas bastante tecnológicas visando a integral segurança dos negócios". conclui Souza.

Deixe seu comentário