Lojas Cem investe R$ 3 milhões e renova ambiente de TI

0

A rede Lojas Cem investiu R$ 3 milhões em um projeto de renovação de sua infraestrutura de tecnologia da informação (TI), utilizando a plataforma da IBM.

O projeto contemplou o uso de um servidor mainframe z114, solução de backup e contingência com dois SAN Volume Controller (SVC), dois sistemas de armazenamento de dados IBM Storwize V7000, duas unidades de switches e duas fitas library TS3200.

O seu desenvolvimento foi motivado pela necessidade de sustentação do crescimento do negócio da rede, que é um dos grandes revendedoras de móveis e eletrodomésticos do País.

A empresa, com sede em Salto (SP) e 210 lojas São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, fatura cerca de R$ 1 bilhão e a expectativa é que as suas operações cresçam 15% ao ano até 2015.

Na prática, a Lojas Cem desenvolveu dois projetos separadamente. Em um primeiro momento, substituiu o antigo mainframe IBM – que já operava há 15 anos pelo modelo IBM z114, um servidor que oferece mais facilidade de expansão e eficiência energética.

Depois, já com o novo mainframe rodando todas as aplicações da rede, a empresa deu início à implementação de um moderno ambiente de contingência, realizada pela Net Place, parceira de negócios da IBM para o interior de São Paulo.

A infraestrutura tem o objetivo de acelerar a capacidade de armazenamento do sistema e o acesso aos aplicativos, criar redundância e prover backup automático sem a necessidade de intervenção humana.

"A maioria das soluções que encontramos no mercado exigia comandos de um técnico para que o site de contingência assumisse por completo a operação do sistema em caso de queda", afirma Roberto Benito Junior, diretor de TI da Lojas Cem.

Segundo ele, a tecnologia IBM trouxe suporte adequado à operação da Lojas Cem, além de proporcionar mais agilidade nas operações como um todo, o que reflete no atendimento direto ao cliente da empresa.

O principal benefício da solução é a performance do sistema, que ficou dez vezes mais rápida. "O projeto abriu um novo horizonte para soluções e aplicativos", afirma o executivo, ressaltando que é a própria equipe interna da rede que desenvolve todos os softwares e aplicações que rodam no sistema.

"Agora nossa equipe pode dar foco total na expansão do negócio, o que é essencial para nós", finaliza Benito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui