Centric cresce 30% e projeta faturamento de R$ 10 milhões em 2021

0
9

O ano de 2020 foi desafiador, mas a Centric fechou o ano com faturamento de R$ 7,6 milhões, um crescimento de 30% na comparação com 2019. Ainda que a pandemia de covid-19 tenha reduzido o número de clientes, as estratégias para compensar essa perda surtiram efeito: aumento de 40% em vendas novas.

 O desempenho positivo em um ano de grandes incertezas econômicas faz a Centric manter a projeção para 2021. A expectativa da empresa é obter crescimento de 30% tanto em faturamento quanto em equipe técnica e comercial. A meta é faturar R$ 10 milhões neste ano, com lucratividade maior do que em 2020.

O ano de 2020 foi desafiador para muitos negócios, mas também representou boas oportunidades para quem soube se adaptar às dificuldades. É o caso da Centric, especialista em soluções completas focadas em implementação, treinamento e suporte para ajudar a sustentar o desenvolvimento de organizações de todos os portes e ramos.

A tática para driblar a crise provocada pelo novo coronavírus passou pela adoção de promoções em seus produtos e serviços. Mesmo com redução na margem para compatibilizar com a queda do orçamento dos clientes, as vendas cresceram e ajudaram a empresa a manter o resultado.

O desempenho positivo em um ano de grandes incertezas econômicas faz a Centric manter a projeção para 2021. A expectativa da empresa é obter um crescimento de 30% tanto em faturamento quanto em equipe técnica e comercial. A meta é faturar R$ 10 milhões neste ano, com lucratividade maior do que em 2020.

"Realmente não foi um ano fácil, mas a confiança na economia, a manutenção da equipe técnica e comercial e as promoções ajudaram a triplicar as vendas em números absolutos de licenças, embora com margem menor. Agora, a meta é manter a curva de crescimento em 2021", afirma Otto Pohlmann, CEO da Centric.

Deixe seu comentário