IBM expande presença em nuvem para acelerar jornada corporativa para a nuvem híbrida

0
89

A IBM anuncia o início das operações de sua primeira IBM Cloud Multizone Region (MZR) na América Latina. Construída a partir do data center existente no Brasil, a Multizone Region é resultado do investimento contínuo da IBM para apoiar a adoção de nuvem híbrida e ajudar a promover o crescimento dos negócios na região, à medida que empresas de todos os setores aceleram seus planos de transformação digital em resposta à pandemia da COVID-19.

A rede de IBM Cloud é projetada para oferecer baixa latência e alta segurança, ao mesmo tempo em que ajuda os clientes a atender aos requisitos de soberania e conformidade de dados – o que é especialmente importante para organizações em setores regulados, como serviços financeiros, governo e telecomunicações, entre outros.

Ao hospedar cargas de trabalho em IBM Cloud – a nuvem pública mais segura e aberta do mercado para negócios – os clientes também poderão usar recursos, entregues com IBM Hyper Protect Crypto Services e apoiados pelo mais alto nível de certificação de segurança disponível comercialmente. Isso permite que as empresas mantenham o controle de suas próprias chaves de criptografia, ou seja, os clientes são os únicos que podem controlar o acesso aos seus dados – nem mesmo a IBM pode acessá-los.

Ao conectar três zonas de disponibilidade remota – todas independentes umas das outras – os clientes que hospedam cargas de trabalho em IBM Cloud podem ter certeza de que quaisquer eventos de falha em potencial afetam apenas uma única zona, o que significa que eles podem executar cargas de trabalho de missão crítica continuamente em ambientes de nuvem híbrida e manter os negócios em funcionamento.

"A IDC espera que até 2022, cerca de 40% do PIB latino-americano seja digital, gerando US$ 460 bilhões em gastos com TI até 2023. Os investimentos em tecnologia de nuvem devem ser um fator chave para este crescimento, com 35% dos gastos com TI relacionados a computação em nuvem", disse Alejandro Florean, vice-presidente de consultoria da IDC América Latina. "A abertura da multizone region de IBM Cloud no Brasil é importante, uma vez que as empresas estão demonstrando um interesse maior em nuvem e isso pode ajudar as empresas latino-americanas a experimentar os benefícios de uma abordagem de nuvem híbrida e se diferenciar em seus setores."

Nesta primeira fase, estará disponível um conjunto de soluções de infraestrutura como serviços e de armazenamento, que ajudam a fornecer segurança e controle do tráfego da rede, proteção de dados sensíveis, sistemas de backup e recuperação. Ao longo de 2021, o catálogo de IBM Cloud continuará a ser lançado, oferecendo opções de serviços de plataforma para ajudar os clientes a implementar rapidamente arquitetura e aplicações de missão crítica em ambientes de nuvem híbrida e capacidades de inteligência artificial com IBM Watson, blockchain, IoT e analytics.

A abordagem de nuvem híbrida tem ajudado companhias de diferentes indústrias em todo o mundo a enfrentar os desafios do rápido crescimento nas demandas de produtos e serviços. As empresas brasileiras estão cada vez mais recorrendo à IBM Cloud devido aos seus recursos de segurança líderes de mercado:

• A Arezzo&Co, líder no segmento de calçados, bolsas e acessórios femininos na América Latina, escolheu IBM Cloud para ajudar a oferecer uma experiência de compra mais rápida e segura em qualquer canal de vendas para seus quase 10 milhões de clientes. Ao trabalhar com a IBM para adotar uma abordagem de nuvem híbrida e migrar aplicações de missão crítica para IBM Cloud, a Arezzo&Co conseguiu modernizar suas principais cargas de trabalho, incluindo processos de vendas e de controle de estoque. Como resultado, a empresa criou uma estratégia omnichannel mais ágil e flexível, ao mesmo tempo em que priorizou a segurança para executar cargas de trabalho complexas e oferecer experiências aprimoradas ao cliente.

• A Stone, uma fintech brasileira que oferece soluções financeiras para mais de 650 mil pequenos e médios empreendedores, firmou parceria com a IBM Cloud para mover parte de suas cargas de trabalho para a nuvem. Atuando no mercado local desde 2012, a Stone optou recentemente pela nuvem da IBM pela flexibilidade e segurança.

• A Digisystem, companhia brasileira com mais de 30 anos de experiência em prover soluções que ajudam as empresas em sua jornada de transformação digital, migrou diversas de suas soluções para IBM Cloud. Adotando uma abordagem de nuvem híbrida, a Digisystem ganhou mais performance, maior redundância e flexibilidade nos sistemas operacionais e no tamanho dos servidores. Além disso, a migração gerou uma redução de custos de cerca de R$ 600 mil reais por ano. A nova infraestrutura híbrida proporcionou à equipe de TI mais autonomia e controle sobre os ambientes.

Deixe seu comentário