HID Global desenvolve tecnologia para produção de passaportes eletrônicos mais finos

0
6

A HID Global disponibiliza uma das páginas de dados eletrônica de policarbonato mais finas do mercado. A tecnologia, utilizadas nos passaportes eletrônicos de alta segurança, está disponível nas versões padrão (800µm) e fina (600µm), permitindo aos governos reduzir a grossura e adicionar camadas de segurança na página do documento.

passports

A tecnologia inclui recurso patenteado de prevenção de crack, que estende a vida útil do produto quando incorporado a chips RFID, e está disponível para grande variedade de circuitos integrados para passaportes eletrônicos (ICs) dos principais fornecedores de chips.

A segurança da página de dados é garantida por meio da tecnologia resistente a falsificações da empresa, que ainda conta com diferentes opções de adicionais, como inscrição a laser. O produto também pode ser personalizado, atendendo a demandas locais, regionais e nacionais.

"Como fornecedor líder de páginas de dados de policarbonato sem contato, a HID Global está comprometida em fornecer aos governos a opção mais segura possível da tecnologia para seus programas de passaportes eletrônicos", disse Robert Haslam, vice-presidente de Soluções de Identidade de Governo da HID Global. "A demanda por passaportes digitais continua a crescer, e nós somos um dos únicos fornecedores a oferecer uma página de dados fina e outros recursos necessários para garantir uma boa experiência aos viajantes".

Segundo a consultoria de tecnologia Technavio, o mercado global de passaportes e vistos eletrônicos deve aumentar em uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 30,17% entre 2014 e 2019.

Diferente dos documentos de viagem tradicionais, os passaportes eletrônicos contém um chip na contracapa ou na página de dados. As informações armazenadas no chip, que também estão visualmente disponíveis no documento, são comparadas entre si e com o viajante para a identificação de segurança.

No Brasil, os passaportes eletrônicos já são utilizados desde 2010. Com itens de segurança reforçados, como a utilização de padrão de criptografia de curvas elípticas brainpool para assinatura digital, a validade do documento passou de 5 para 10 anos em 2015. No Aeroporto de Cumbica, portões eletrônicos de controle de passaportes brasileiros reduziram o tempo de inspeção de 3 minutos para 30 segundos.

Deixe seu comentário