Digitalização acelerada das empresas alavanca crescimento da Vertiv na América Latina

0
18

O crescimento do trabalho remoto, o uso intensivo de videoconferência, o aumento de número de transações, trouxeram um aumento acelerado pela adoção de nuvem em toda a América Latina, elevando em dois dígitos o crescimento da receita da Vertiv na Região, que com mais de mil colaboradores direto e 400 canais de negócios.

A informação é de Rafael Garrido, promovido recentemente a Vice-presidente da Vertiv LATAM, acumulando a função de Country Manager no Brasil, acrescentando que além do Brasil, o maior mercado da região, outros países também estão experimentando um crescimento acelerado.

Ele explica que ano de 2020 é bastante desafiador, pois a empresa teve de remodelar seu modo de trabalho de maneira a suportar clientes na crise sanitária, cuidando ao mesmo tempo dos próprios colaboradores, mas que ao final vai ser revelar com um ano de crescimento maior em relação a 2019, uma vez que grande de projetos não foram interrompidos na pandemia. "Muitas empresas foram postas à prova, mas os investimentos aconteceram, houveram ainda muitas iniciativas de merger & aquisition, resultando numa expansão dos negócios", avalia o executivo, acrescentando que "mantivemos a equipe, promovemos cursos capacitação para preparar os profissionais para essa nova jornada, o que trouxe o resultado acima de dois dígitos em nosso crescimento".

Para Garrido, houve um crescimento relevante na demanda de data center de todos os portes, destacando a demanda pelo segmento de pequeno porte,  uma vez que o aumento do número de pessoas trabalhando em casa exigiu conectividade mais próxima delas, que passaram a consumir mais banda larga em locais que antes não aconteciam.

Essa situação também aconteceu em localidades remotas, fora dos grandes centros, em casas de campo, na praia, para onde o consumidor se deslocou na pandemia, passando a consumir muita internet onde antes não havia demanda.

Garrido explica que esse cenário trouxe como reflexo aumento na aquisição de solução Smart Cabinets, um data center compacto, completo, montado num rack de fácil instalação e para operação imediata.

Mas também os investimentos dos data centers Hyperescale continuaram, devido a demanda explosiva de serviços de cloud, compras on line, comercio digital, etc, fazendo com que grandes empresas de colocation tivessem que manter seus investimentos para suprir essa demanda.

5G

O executivo considera que entrada da tecnologia 5G vem para completar o grande ciclo da digitalização do mercado, oferecendo uma experiência melhor ainda de maneira em geral, onde as empresas vão valorizar cada vez mais o uso e qualidade dos dados, com aumento do  processamento, trazendo como reflexo aumento da demanda de data centers, de computação de borda, com adensamento das instalações das operadoras de telecom.

"Estamos cada vez mais preparados para a chegada do 5G na região, pois estamos investindo em treinamentos das equipes pós-venda e na estruturação de um serviço capilarizado como a tecnologia de Edge computing exige. Estamos aptos a atender um aumento abrupto e de grande volume de processamento", enfatiza Garrido.

Deixe seu comentário