Ações da AMD desabam mais de 14% em decorrênica do aumento do prejuízo no primeiro trimestre

0
39

Um dia após a divulgação dos resultados financeiros do primeiro trimestre, as ações da fabricante de chips AMD despencaram na bolsa eletrônica Nasdaq. Os papéis da companhia abriram o pregão desta sexta-feira, 17, com queda de 11,1%, cotados a US$ 2,55. A situação se agravou ainda mais por volta das 11h10 (horário de Brasília) quando as ações eram negociadas a US$ 2,45, recuo de 14,6%. Os papéis da empresa fecharam o pregão cotados a US$ 2,57, queda de 10,4%.

Na quinta-feira, 16, logo após a divulgação do balanço, no after-hours trading, negociação após o fechamento da Bolsa, as ações da companhia fecharam cotadas a US$ 2,63, queda de 8,3%. O prejuízo de US$ 0,23 por ação e a receita de US$ 1,03 bilhão no período frustrou os analistas consultados pela Thomson Reuters, que esperavam uma perda de US$ 0,05 por ação em US$ 1,05 bilhão de receita.

A companhia encerrou o primeiro trimestre com prejuízo de US$ 180 milhões, cifra 90% maior que a perda de US$ 20 milhões obtida no mesmo período de 2014. A receita da AMD, por sua vez, caiu 26%, de US$ 1,4 bilhão para US$ 1,03 bilhão. Segundo a empresa, o fraco desempenho no trimestre se deu principalmente às fracas vendas de placas gráficas.

Deixe seu comentário