Organize anuncia continuidade do plano de expansão regional

0
0

Manter o business plan em tempos de crise. Esse é o espírito da Organize Cloud Labs, empresa brasileira especializada em automação de processos e desenvolvimento de aplicações, que anuncia um plano de expansão da sua área comercial para outras regiões do país. As novas regionais da companhia são Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro e Fortaleza.

O objetivo do plano é aumentar o campo de atuação da equipe de vendas da empresa, que estava muito centralizada  em São Paulo, e expandir para outros locais estratégicos. "O Brasil possui outras regiões com grande potencial tecnológico e enxergamos a necessidade de nos aproximarmos mais desses mercados", afirma Marcel Komatsu, sócio diretor de vendas da Organize Cloud Labs. 

O estado de São Paulo é o carro chefe da economia do país. De acordo com dados do IBGE, o PIB do estado cresceu 2,5% e atingiu R$ 2,38 trilhões em 2019. Somente a capital paulista responde por 10,6% de toda do PIB nacional.  Mas para Komatsu, é possível mudar essa cultura. "Esse é um mercado onde se concentra a maior parte dos investimentos do país, mas acreditamos que é possível abrir frente em outros pontos estratégicos do Brasil". 

A Organize é o primeiro parceiro da ServiceNow com sede na América Latina a ser nomeado um Parceiro Elite, o mais alto nível de certificação de soluções de fluxo de trabalho em cloud e as novas regionais vão dar suporte no atendimento da demanda do parceiro em algumas regiões, onde a ServiceNow não possui escritórios comerciais.

As novas sedes vão atuar na prospecção de novos clientes e a meta é conquistar até 7 novos projetos por unidade até o final deste ano. "Queremos aumentar a nossa gama de clientes. Temos a perspectiva de aumentar o portfólio de novos projetos e clientes com atuação nesses novos mercados, ampliando nossas receitas e contribuindo com nossa expertise nestas regiões", ressalta Komatsu.

A expansão teve início em janeiro com Curitiba e Rio de Janeiro, na sequência foi a vez de Porto Alegre receber novos executivos de vendas e depois Fortaleza, a última regional a começar a sua operação em busca de novos projetos e que vai contemplar toda região norte e nordeste. Essas são cidades com maior potencial no mercado de tecnologia na visão da companhia.

Para o segundo semestre, o plano da empresa é criar uma área de canais, atuando em regiões com menor demanda através de representantes comerciais locais.

Acelerar negócios em tempos de crise

Esse é o grande diferencial da Organize, que não sofreu nenhum impacto de receita em decorrência a crise provocada pelo coronavírus. Pelo contrário, a empresa vem crescendo a sua receita a um ritmo de 110% ano a ano, tem presenciado uma aceleração dos negócios de seus clientes, principalmente de organizações ligadas aos setores de saúde, supermercadista, vendas em delivery e papel e celulose. "Entendemos que seria possível executar o nosso business plan mesmo durante a crise, obviamente com mais atenção e analisando o cenário atual", comenta Marcel, que também acredita ser possível manter o planejamento estratégico sem ser refém da situação imposta pela instabilidade da economia.   

Para o executivo, a crise acabou impulsionando a transformação digital dentro de algumas corporações. "Para não correr o risco de paralisação, as empresas passaram a investir em plataformas tecnológicas e metodologia ágil para organizar os serviços de modo que possam ser geridos e executados de forma remota", diz Komatsu. A expansão vai permitir a Organize se aproximar de companhias que desejam fazer essa movimentação para o modelo de trabalho remoto.

A Organize tem um plano de contratar de 4 a 5 novos colaboradores por mês, visando atender a alta demanda de seus clientes. Até final de abril já serão 30 novos colaboradores adicionados neste ano, prova que continua na rota do sucesso do seu negócio, mesmo em tempos de incertezas econômicas.   

Deixe seu comentário