IBM reforça estratégia open source com novos mainframes baseados em Linux

0
0

Após reportar treze trimestres consecutivos com queda na receita, a IBM anunciou nesta segunda-feira, 17, mais um passo para reforçar sua estratégia com mainframes, cujas vendas cresceram nos últimos dois trimestres. A companhia divulgou o lançamento de dois novos computadores de grande porte que operam com Linux, como parte da linha denominada LinuxONE, que habilitarão populares softwares de código aberto: Apache Spark, Node.js, MongoDB, MariaDB, PostgreSQL e Chef and Docker.

Uma das novidades, o LinuxONE Emperor, baseado no IBM z13, é um sistema capaz de analisar transações em tempo real e pode ser usado para ajudar a prevenir fraudes. O sistema pode escalar até 8 mil máquinas virtuais ou centenas de milhares de contêineres – atualmente mais do que qualquer sistema Linux. Já o LinuxONE Rockhopper foi projetado para clientes e mercados emergentes que buscam velocidade, segurança e disponibilidade do mainframe, em um pacote menor.

"Estamos aprofundando nosso compromisso com a comunidade de código aberto, combinando o melhor do open source com o sistema mais avançado do mundo, a fim de ajudar os clientes a adotar novas cargas de trabalho móveis e híbridas", disse Tom Rosamilia, vice-presidente sênior de Sistemas da IBM.

Além dos servidores, a IBM também anunciou a criação do LinuxONE Developer Cloud, projeto no qual fornecerá acesso mais amplo e gratuito à comunidade de desenvolvedores a 500 mil linhas de código mainframe, para promover inovações na comunidade de código aberto.

Deixe seu comentário