Hackers acessaram redes de energia e segurança nuclear dos EUA

0
70

Declaração conjunta do FBI, CISA (Cybersecurity and Infrastructure Agency) e a ODNI (Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional) datado desta quarta-feira,16, informa que o Departamento de Energia e a Administração de Segurança Nuclear Nacional, que mantém o estoque de armas nucleares dos EUA, têm evidências de que hackers acessaram suas redes como parte de uma extensa operação de espionagem que afetou pelo menos meia dúzia de agências federais,

Na quinta-feira, os funcionários do DOE e da NNSA começaram a coordenar notificações sobre a violação para seus órgãos de supervisão do Congresso após serem informados por Rocky Campione, o diretor de informações do DOE.

Eles encontraram atividades suspeitas em redes pertencentes à Federal Energy Regulatory Commission (FERC), aos laboratórios nacionais Sandia e Los Alamos no Novo México e Washington, ao Office of Secure Transportation e ao Richland Field Office do DOE. Os hackers foram capazes de causar mais danos à FERC do que às outras agências, disseram as autoridades, mas não entraram em detalhes.

Investigadores federais têm vasculhado as redes nos últimos dias para determinar o que os hackers conseguiram acessar e mesmo roubar. Acredita-se que os hackers tenham obtido acesso às redes das agências federais ao comprometer a empresa de software SolarWinds, que vende produtos de gerenciamento de TI para centenas de clientes do governo e do setor privado.

O FBI, a Agência de Segurança Cibernética e de Infraestrutura e o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional reconheceram a campanha "em andamento" de segurança cibernética em um comunicado conjunto, dizendo que só tomaram conhecimento do incidente nos últimos dias.

"Esta é uma situação em desenvolvimento e, embora continuemos a trabalhar para compreender a extensão total desta campanha, sabemos que este compromisso afetou redes dentro do governo federal", diz o comunicado.

A NNSA é responsável por gerenciar as armas nucleares do país e, embora receba o mínimo de atenção, ocupa a grande maioria do orçamento do DOE. Da mesma forma, os Laboratórios Nacionais Sandia e Los Alamos conduzem pesquisas atômicas relacionadas à energia nuclear civil e às armas nucleares. O Escritório de Transporte Seguro tem a tarefa de mover urânio enriquecido e outros materiais essenciais para a manutenção do estoque nuclear.

Deixe seu comentário