Google inaugura operação de computação em nuvem em SP e nacionaliza cobrança

0
0

A partir desta terça-feira, 19, os clientes do Google Cloud Plataform na América do Sul perceberão uma melhora no acesso aos sistemas hospedados na nuvem. A empresa acaba de colocar em operação o GCP na América do Sul, infraestrutura com a qual vai armazenar e processar dados localmente no Brasil, cobrando em Reais. Os testes de desempenho mostram reduções de 80% a 95% na latência do tempo de ida e volta (TIV) ao atender clientes no Chile, Argentina e Brasil comparados ao uso das outras regiões de GCP nos EUA.

Outra vantagem anunciada pela companhia é a possibilidade de o cliente combinar qualquer um dos serviços disponíveis em São Paulo com outras ofertas ao redor do mundo, como DLP, Spanner e BigQuery.

Junto com o anúncio da nova infraestrutura, o Google também informou que os clientes brasileiros podem agora pagar em Reais pelos serviços, sem a necessidade de fazer pagamentos internacionais e com os impostos previstos sendo recolhidos automaticamente pelo Google. É a primeira vez que o Google oferece uma opção de pagamento em moeda local nos mercados em que opera os produtos do Google Cloud Platform (GCP).

Além de todo o território nacional, a região de São Paulo atenderá clientes do Chile e da Argentina. Com isso, o Brasil se torna oficialmente uma das oito regiões de Cloud anunciadas pelo Google.

Deixe seu comentário