AMD lança novos processadores Epyc para competir com Intel no mercado de data center

0
0

A AMD se considera pronta para quebrar a hegemonia da Intel no ambiente de data center. A fabricante de processadores trabalhou ao longo de quatro anos para apresentar ao mundo, nesta terça-feira, 20, a sua visão de processamento ideal para as demandas atuais e futuras, além, é claro, de começar uma jornada que deve incomodar a rival Intel, dona de uma participação de mercado superior a 99%, segundo a empresa de análises e pesquisas Market Realist.

Lançando a linha de processadores Epyc, em Austin (EUA), a companhia não só fez comparativos diretos e reais com os microprocessadores da Intel, como levou parceiros para apresentar necessidades e novas máquinas já equipadas com o Epyc 7601, o primeiro da família 7000 a ser colocado no mercado.

Inteligência artificial, machine Learning, segurança e grande poder computacional foram conceitos apontados como essenciais ao longo de todo o evento de lançamento do Epyc.

O processador 7601 possui 32 núcleos e oito núcleos de memória DDR4 (taxa de dados duplos) por chip, comparado à sua concorrente direta, a CPU Intel Purley, com 28 núcleos e seis núcleos de memória DDR4 por chip. "Com esta arquitetura cobrimos 95% das demandas do servidores", afirmou a presidente e CEO da AMD, Lisa Su.

Contextualizando, ela ressaltou que todos os novos mercados precisam de alto desempenho e lembrou que o mercado de data center é estimado em US$ 21 bilhões. "Geramos 2,5 quintilhões de bytes por dia, e tudo isso precisa ser tratado e armazenado", reforçou.

O Epyc atende tanto ao mercado de data centers de nuvem quanto a servidores corporativos tradicionais. "O alto conteúdo de memória da nova linha é a grande diferença em relação à oferta da Intel", disse a executiva.

Para apresentar a solução em grande estilo e mostrar o seu potencial de mercado, a AMD contou com parceiros robustos, como a Microsoft, que antecipou o anúncio de adoção dos processadores Epyc em soluções que devem ser anunciadas no final deste ano.

Ecossistema

Entre os parceiros de hardware, marcaram presença a Hewlett Packard Enterpreise (HPE) e a Dell EMC, que mostraram servidores em pleno funcionamento, e soluções de nuvem que devem ser apresentadas ao mercado a partir de agora.

Além desses, fazem parte do ecossistema de fabricantes de hardware grandes nomes asiáticos na área de data centers, como a Asus, Gigabyte, Inventec, Lenovo, Sugon, Supermicro, Tyan e Wistron. Na lista de apoiadores à plataforma também estão provedores de sistema operacional para servidores, novamente a Microsoft, a Red Hat e a VMware, que apresentaram suporte otimizado para o Epyc, juntamente com os fabricantes de servidores Mellanox, Samsung Electronics e Xilinx.

"O processador Epyc representa uma mudança de paradigma na computação e vai inaugurar uma nova era para o ecossistema de TI", disse Antonio Neri, vice-presidente executivo e gerente geral da HPE. A fabricante começa a oferecer o microprocessador na plataforma Cloud31 CL3150 e expandirá para outras linhas de produtos no final deste ano.

"Nossa próxima geração de servidores PowerEdge vai suportar o data center projetado para maximizar a escalabilidade de negócios e automação inteligente com segurança integrada. A combinação do PowerEdge e com a capacidade de desempenho e segurança da AMD Epyc criará soluções de computação únicas", disse Ashley Gorakhpurwalla, presidente da divisão de soluções de servidor da Dell EMC.

Reforçando o comparativo com a Intel, a presidente da AMD, relembrou dados apresentados por outros executivos da companhia. Uma CPU Epyc 7601, com soquete único, ajuda a reduzir o custo total de propriedade (TCO), fornecendo economias de até 20% de Capex em comparação com o Intel Xeon E5-2660 v4 – sistema baseado em dois soquetes4. Em cada ponto de preço direcionado para processadores de dois soquetes, a EPYC supera a concorrência, com desempenho até 70% maior na faixa de preço de oitocentos dólares e até 47% mais de desempenho no mercado acima de quatro mil dólares.

A jornalista viajou a Austin (EUA) a convite da AMD.

Deixe seu comentário