IBM vai pagar US$ 1,5 bilhão para transferir produção de chips à Globalfoundries

0
22

A IBM anunciou nesta segunda-feira, 20, que assinou acordo para transferir a produção de chips — cuja divisão vem registrando perdas recorrentes nos últimos anos — à Globalfoundries, joint venture entre a americana AMD e dois grupos de investidores de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Conforme os termos do acordo, a IBM vai pagar US$ 1,5 bilhão em dinheiro ao longo dos próximos anos e terá um encargo, antes da incidência de impostos, de US$ 4,7 bilhões, que será contabilizado no balanço do terceiro trimestre, divulgado nesta segunda-feira, 20. E o impacto no resultado foi significativo. A gigante de TI encerrou o período com  lucro líquido de US$ 3,5 bilhões na comparação com os US $ 4,1 bilhões registrados em igual trimestre de 2013, uma queda de 17%. A receita total, proveniente de operações contínuas, foi de US$ 22,4 bilhões, recuo de 4% em relação ao terceiro trimestre de 2013.

A conclusão do acordo ocorre também num momento nada animador para a IBM. Nesta segunda, a companhia admitiu que não conseguirá cumprir a meta de lucro de pelo menos US$ 20 por ação no próximo ano, por causa da desaceleração nas vendas de hardware e serviços. Além disso, os resultados do terceiro trimestre devem vir com queda na receita, para cerca de US$ 22,4 bilhões, e um lucro por ação de US$ 3,68, ambos muito aquém das previsões de Wall Street.

O anúncio fez com que as ações da IBM desabassem na bolsa eletrônica Nasdaq. Os papéis da companhia, que já operavam com queda de 4,42% no pregão pré-market, negociados a US$ 174, desabaram 6,81% às 13h39 (horário de Brasília), cotados a US$ 169,66.

Durante uma teleconferência nesta segunda-feira, o diretor financeiro da IBM Martin Schroeter cita a queda na receita devido ao desempenho mais fraco do que o esperado principalmente nas atividades de serviços. "Obviamente, ficamos decepcionados neste trimestre", disse a CEO da IBM Virginia Rometty durante a teleconferência.

Pelo ocordo, o repasse da produção de chips dará à GlobalFoundries acesso a milhares de patentes de semicondutores, bem como às operações da IBM em Nova York e Vermont. Um comunicado conjunto emitido pelas empresas diz que a união das operações vai oferecer oportunidades de trabalho para "substancialmente todos os funcionários da IBM".

Para a IBM, a transferência da divisão possibilitará a continuidade das pesquisas com semicondutores, tais como o desenvolvimento de novos materiais, de novas capacidades e de sistemas de alto valor, segundo disse o vice-presidente ediretor de pesquisa da IBM, JohnE.KellyIII, em um comunicado. Além disso, vai permtir que ela se concentre em novas áreas, como computação em nuvem, análise de dados, mídias sociais, mobilidade e segurança.

Em julho, a IBM anunciou um acordo de parceria com a Apple para o desenvolvimento de aplicativos de negócios para iPhone e iPad. Na semana passada, a IBM divulgou um acordo com a SAP, por meio do qual fornecerá infraestrutura de nuvem para aplicativos de negócios da fabricante de software.

Esta é a segunda divisão da IBM desmembrada neste ano.Em janeiro, ela vendeu parte da unidade de servidores para fabricante chinesa Lenovo, por US$ 2,3 bilhões. Com informações de agências de notícias internacionais.

Deixe seu comentário