Vórtx lança plataforma de administração especializada em ETFs

0

A Vórtx, fintech de infraestrutura para o mercado de capitais com mais de meio trilhão de reais de ativos em sua plataforma, anuncia o lançamento de uma plataforma de administração especializada em ETFs (exchange-traded fund, fundos de índices listados na Bolsa). O projeto é fundado em três pilares: 1) tecnologia – um squad dedicado ao desenvolvimento de sistemas adaptados para tornar a administração de ETFs mais fácil para o gestor; 2) pessoas — time especializado em desenvolvimento e estruturação de fundos ETFs em todas as suas vertentes; e 3) expertise — conhecimento aprofundado da legislação e oportunidades para evolução do mercado de ETFs a partir de novas oportunidades e tecnologias.

Atualmente, a Vórtx é top 3 entre os maiores administradores independentes de ETFs do mercado e considera que o segmento está em rápida expansão, tanto de produtos tradicionais quanto dos mais inovadores. Na análise da fintech, o formato vem conquistando cada vez mais espaço nas carteiras de investimento dos brasileiros. Além dos tradicionais ETFs que replicam índices de Bolsa, como o Ibovespa, ou então de renda fixa, produtos atrelados a criptoativos começam a fazer parte do leque de opções disponíveis para o investidor. Parte desse movimento se explica pelo esforço de players independentes, não ligados a bancos, como a Vórtx, para criar estruturas que deem suporte a ETFs mais inovadores.

"Nós estruturamos o primeiro fundo de índice monoativo, no caso, a criptomoeda bitcoin, e já ajudamos a lançar outros ETFs sempre com essa marca da inovação", comenta Marcelo Cerqueira Cherri, head da área de Solutions na estrutura de Funds Trust da Vórtx, acrescentando que um dos mais recentes foi um ETF ligado a NFTs (token não fungível, em tradução livre). "Os ETFs na Bolsa não são novidade, mas, por muito tempo, foram apenas produtos ligados a índices, como Ibovespa, índices de Small Caps ou de segmentos específicos, como financeiro ou saúde. Essa maior diversificação dos ativos dos ETFs é importante para desenvolver esse mercado".

Embora a Vórtx tenha se consolidado como a plataforma responsável por viabilizar os ETFs inovadores do mercado, a mesma capacidade técnica e o uso intensivo de tecnologia utilizados nesses produtos são replicáveis em estruturas mais tradicionais, conforme explica Cherri. "Fizemos produtos inovadores e nos tornamos referência, mas a forma como a Vórtx atua cabe em qualquer tipo de ETF, que pode se beneficiar da expertise da companhia, com redução de custos operacionais e processos mais ágeis."

A Vórtx já participou do lançamento de cinco ETFs, entre eles: QBTC11, o primeiro ETF 100% Bitcoin da América Latina; QETH11, o primeiro ETF de Ethereum do Brasil; QDFI11. o primeiro ETF de DeFi do mundo; NFTS11, o primeiro ETF de Metaverso do Brasil; e CRPT11, ETF cujo índice é composto pelos 20 principais criptoativos do mundo. Nas próximas semanas, outros dois devem ser lançados na B3. Na visão de Osnei Gomes, sócio da Vórtx e head de Funds Trust, o crescimento da área seguirá forte com o lançamento tanto de ETFs tradicionais quanto dos mais inovadores, como os ligados a NFTs. "Assim como ocorreu no exterior, onde o patrimônio total passa dos US? 9 trilhões, o mercado de ETFs no Brasil tem crescido exponencialmente, tanto em termos de quantidade como de patrimônio dos fundos. Essa indústria em 2017 era de R$ 7 bilhões, saltando para aproximadamente R? 50 bilhões em 2022, um crescimento de mais de sete vezes. Em número de fundos, em 2020, eram apenas 30 ETFs contra mais de 76 fundos, em 2022. Esperamos uma aceleração ainda maior para os próximos anos."

A plataforma especializada que está sendo lançada visa atender a necessidade dos gestores para qualquer tipo de ETF. "Temos investido ao longo dos últimos meses para contarmos com a melhor plataforma para ETFs do mercado brasileiro, trazendo soluções não apenas para o gestor dos fundos, mas também para os outros players envolvidos no dia a dia do fundo, como o agente autorizado", afirma Gomes.

"O fato de termos lançado os fundos de índices mais inovadores do mercado nos últimos anos nos credencia a participar desse mercado em franco crescimento, contribuindo para produtos com menor custo operacional, processos mais automatizados e melhor experiência para os participantes desse mercado. Entendemos e tratamos esse produto como core na nossa estratégia", conclui Cherri.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui