Movilway investirá US$ 5 milhões no Brasil com a aquisição da Diga

0
0

A Movilway, prestadora de serviços de recarga eletrônica móvel e sistemas de pagamentos, anunciou nesta sexta-feira, 21, a compra da empresa brasileira Diga, distribuidora regional de créditos para telefones pré-pagos e comercializadora de chips para celulares.

Segundo a empresa, a aquisição já obteve aprovação das autoridades regulatórias brasileiras e todas as operações nesse mercado serão consolidadas com a marca Movilway, uma empresa do Grupo Celistics.

A Movilway cita dados divulgados em setembro durante a Reunião de Cúpula da América Latina sobre pagamentos móveis os quais apontam o Brasil como o país mais avançado da América Latina no que se refere a pagamentos móveis, com 34,7%, seguido pelo México (21,8%), Chile (13,9%) e a Colômbia (10,9%). No que se refere ao país que tem a política regulatória com mais visão de futuro, 22% dos entrevistados apontam o Brasil, seguido pelo Chile com 20%, México (19%) e o Peru (15%).

"O Grupo Celistics continua investindo no Brasil e na região com o objetivo de fomentar iniciativas que gerem um valor agregado para a comunidade. Nosso propósito é aproximar o cidadão que está fora do sistema bancário ao mundo móvel; há uma ampla população não atendida pelos serviços financeiros formais e uma alta taxa de adoção de telefonia móvel – a oportunidade está aí, desenvolveremos uma estratégia de negócios para aproveitar um mercado que está pronto para se desenvolver", declarou José Antonio Ríos, presidente e CEO do Grupo Celistics.

Segundo ele, com a fusão, a Movilway reafirma sua posição como uma das líderes no mercado de recarga móvel na América Latina, alcançando mais de 100 mil pontos de vendas, com presença em dez países da região. "Além disso, por meio de nossas soluções será possível desenvolver uma estratégia móvel integral, que inclui desde serviços de inclusão financeira até uma experiência de comércio eletrônico", afirma Ríos.

"A aquisição da Diga reafirma nossa estratégia no Brasil. Oferecemos uma rede de 7 mil pontos de venda no mercado de recarga móvel local. Essa compra nos posiciona como o player único na América Latina", destacou Kemen Azpirichaga, gerente geral da Celistics Brasil.

Deixe seu comentário