Denúncia: neutralidade de rede está em risco nos EUA

0
0

O presidente da Comissão Federal de Comunicações (FCC), Ajit Pai, nomeado pelo presidente Donald Trump, revelou nesta terça-feira, 21, aos membros da agência reguladora, os planos do governo para  desmantelar completamente as principais regras de neutralidade da rede definidas durante o governo Obama, denuncia o site CNBC.

De acordo com a denúncia, Pai também seguirá os planos de eliminar a base legal adotada em 2015 que exigia uma supervisão mais rigorosa sobre os provedores de serviços de internet. Sob a administração de Obama, foram implementadas regras que impediram os provedores de serviços de internet como Verizon, AT&T, Charter ou Comcast, de interferirem no conteúdo trafegado, seja acelerando, abrandando ou bloqueando conteúdo de serviços da Web específicos.

A ideia de neutralidade da rede é tornar todos os cantos da internet abertos e gratuitos para todos em todos os momentos. Os gigantes da tecnologia, incluindo o Google, Apple, Amazon e Facebook, foram proponentes  da neutralidade da rede.

"A FCC não fará mais a microgerência de modelos de negócios, proibindo de forma preventiva serviços, aplicativos e produtos que poderiam ser pró-competitivos", disse Pai em entrevista à agência Reuters,  acrescentando que o governo Obama procurou escolher vencedores e perdedores e exercer um regulamento "pesado" sobre a internet.

A FCC deverá votar as mudanças em uma reunião de 14 de dezembro.

Deixe seu comentário