TCU avalia gestão de risco da BB Tecnologia como boa, mas sugere melhorias

0
0

A partir de uma auditoria BB Tecnologia e Serviços — nova denominação da Cobra Tecnologia —, realizada com objetivo de avaliar o ambiente e os processos relacionados à gestão de risco, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a melhoria nos aspectos de ambiente e de processos da empresa, embora considere de bom nível a sua gestão de riscos.

No aspecto de ambiente, o fator percebido como de maior risco foi o relacionado à elevada rotatividade de mão de obra, em decorrência da baixa atratividade da carreira. Quanto aos processos da empresa, o tribunal verificou que a ausência de uma ferramenta informatizada de suporte cria obstáculos a uma melhor estruturação, integração e automatização das atividades e procedimentos de gestão de riscos atualmente em curso na empresa.

A gestão de riscos, avaliada pelo TCU, busca identificar, avaliar e priorizar as situações que podem, eventualmente, impactar os objetivos de determinada entidade. Em trabalhos anteriores realizados pelo tribunal, a BB Tecnologia e Serviços foi classificada no reduzido grupo de organizações com nível avançado de gestão de riscos, com aderência entre o arcabouço normativo e a realidade da empresa.

A Cobra Tecnologia foi criada em 1974 e incorporada ao conglomerado do Banco do Brasil nos anos 90, cuja área de atuação é a da tecnologia bancária.

Deixe seu comentário