Cisco vai destinar US$ 210 mi em equipamentos para ajudar governos a conter pandemia

0
0

O CEO global da Cisco, Chuck Robbins, anunciou que a companhia irá alocar US$ 8 milhões em dinheiro e US$ 210 milhões em produtos para ajudar governos a conter a pandemia de Covid-19. Em blog no site da empresa, ele afirma que parte disso será destinado ao Fundo de Resposta de Solidariedade COVID-19 da Organização das Nações Unidas (ONU), apoiando os esforços mundiais da Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenção, detecção e gerenciamento da propagação de COVID-19.

Ainda segundo Robbins, o programa Country Digital Acceleration (CDA) da Cisco está fornecendo fundos para chefes de estado, agências governamentais e empresas para implementação rápida de soluções tecnológicas relacionadas à Covid-19. A empresa também está capacitando aqueles que estão na linha de frente desta situação, com acesso às ofertas gratuitas de Webex e Segurança. Segundo o texto, a solução de colaboração Webex tem sido utilizada por 2,2 milhões de pessoas em reuniões virtuais para os governos francês, canadense, alemão, colombiano, entre outros.

O CEO aproveitou para destacar o apoio de funcionários da Cisco que estão contribuindo com organizações sem fins lucrativos nos últimos vezes. Para apoiar isso, a Cisco Foundation lançou uma campanha alocando até US$ 5 milhões em ajudas e fundos correspondentes para que isso aconteça, bem como estabelecer fundos para ajudar ONGs nas APJC (países da Ásia Pacífico, Japão e China), EMEAR (Europa, Oriente Médio, África e Rússia), Américas e na área da baía de São Francisco.

Além disso, a companhia lança esta semana uma campanha de 72 horas para doações de empregados, chamada "Let's Give Together", para incentivar doações a estes fundos. Robbins também diz que a Cisco Foundation disponibilizará doações adicionais para apoiar outras organizações sem fins lucrativos nas próximas semanas.

Deixe seu comentário