Megainvestidor Carl Icahn vende mais da metade da participação na Netflix por quase US$ 1 bi

0
1

O megainvestidor ativista Carl Icahn disse na última terça-feira, 22, que vendeu mais da metade de sua participação no serviço de televisão pela internet Netflix, por quase US$ 1 bilhão. Ao fazer o anúncio, ele alegou que era "hora de colocar algumas cartas na mesa", segundo o The Wall Street Journal.

De acordo com a Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que regula as empresas cotadas em bolsa nos Estados Unidos, o megainvestidor vendeu cerca de 3 milhões de ações da Netflix — a preços que variaram de US$ 304 a US$ 341 — entre 10 de outubro e a última terça-feira. Agora, Icahn passa a deter apenas 4,5% de participação na empresa.

As ações da Netflix mais do que quintuplicaram desde que Icahn investiu no serviço, há quase um ano, quando pagou US$ 323 milhões por 10% de participação na companhia. Inicialmente avaliados em US$ 58, os papéis da Netflix valem atualmente US$ 322.

A notícia da venda das ações por Icahn veio um dia após a Netflix anunciar que o seu lucro no terceiro trimestre mais que quadruplicou, uma vez que continuou a adicionar assinantes em todo o mundo. Nos EUA, o número de assinantes do serviço aumentou 1,3 milhão no período para 31,1 milhões, enquanto no exterior, o número de assinantes expandiu 1,4 milhão, para 9,2 milhões.

Deixe seu comentário